.

Linguagens de programação: por onde começar?


“Learning to code is like learning to speak a new language.” – Paul Carduner 

Lista de linguagens de programação
Linguagens de programação
Paul Carduner, que é Engenheiro de Software do Facebook, escreveu essa frase no seu blog que faz todo o sentido do mundo: “Aprender a codificar é como aprender a falar uma nova língua.”

Sim. Aprender uma determinada linguagem de programação requer: dedicação, esforço, treinamento e muita, mas muita prática.

Mas, a maioria dos que entram na Faculdade se deparam com a pergunta acima: “Qual linguagem de programação devo aprender primeiro?!”

É uma pergunta que instiga muitos alunos que serão ou pretendem ser futuros programadores ou desenvolvedores de software. Não se preocupe que você seja o primeiro a fazer essa pergunta. Existem diversos fóruns com diversas pessoas manifestando essa mesma dúvida. No de Faculdade eu tive essa dúvida também. =)

No meio de mais de 20 principais linguagens de programação que existem no momento, muitos se questionam e ficam perdidos em qual linguagem devem começar a praticar e estudar.

Paul Carduner, em seu blog, comentou que a melhor linguagem para começar a estudar é HTML. Por ter uma sintaxe simples e ser uma linguagem da WEB. 

Depois que aprender o HTML, o Paul Carduner indica uma linguagem de programação mais procedural, nesse caso ele recomenda o Python. Nas duas indicações do Paul Carduner realmente eu concordo com ele.

Hoje, segundo uma pesquisa, muitos tem desenvolvido aplicativos para Android e IOS através dos recursos do HTML5 juntamente com o CSS e claro o JavaScript.

E Python? Até um tempo atrás pagava muito bem quem antes programava em Java (continua ainda). Mas, Python tem ganhado a cada dia mais o seu valor no mercado de trabalho e tem se tornado uma linguagem mais usada no momento. 

Mas, por que??? Porque você pode trabalhar com a linguagem Python em diversas esferas do mercado de T.I: desde desenvolver um website, como por exemplo: o site do Globo.com foi desenvolvido em ... Python!! E o maior site de buscas do mundo, o Google, novamente usa o Python.

Então como vocês podem ver, uma das melhores empresas para se trabalhar do Brasil, Globo.com e a melhor empresa de T.I para se trabalhar no mundo usam e desenvolvem suas aplicações em: Python!!!! Sem contar que, com Python você poderá utilizar para desenvolver rotinas de processamento, mineração de Dados, Servidor, Cliente, Desktop e melhor: você poderá desenvolver aplicações para Celular/Tablet. Sem falar que a documentação de Python é uma das mais completas e ricas facilitando o entendimento e o aprendizado.

Mas, pode surgir a seguinte questão: "Ah... programar é muito difícil... nunca conseguirei aprender a programar e muito menos criar uma aplicação para plataformas web e móveis..." Será?

Vejamos a história do morador de rua de Manhattan, EUA, Leo Grand. Leo Grand recebeu a seguinte proposta: ou aceitaria a oferta de ganhar uma esmola de USD 100,00 ou se aceitaria 16 lições de programação. Leo Grand escolheu aprender a programar. Ganhou um notebook e 3 livros do seu professor, Patrick McConlogue.

Qual o resultado? O resultado foi que o Leo Grand desenvolveu um aplicativo chamado Trees For Cars que ajuda as pessoas a oferecerem e receberem carona evitando a emissão de gás carbônico e visando a economia de combustível. No total Leo Grand conseguiu arrecadar mais de USD 14.000,00 com a venda de seu aplicativo.

Podemos notar que nada é impossível. Só precisamos de dedicação e prática para aprender a programar.

O meu conselho é: antes de aprender qualquer linguagem de programação, o aluno deve aprender Lógica de Programação. Pois, é muito importante para qualquer linguagem que você for escolher.

Para aprender lógica de programação eu indico 2 linguagens em particular: linguagem C e JavaScript. Mas, por quê? C porque é uma linguagem de programação compilada, estruturada, imperativa e procedural. Sem contar que o C é uma das linguagens de programação mais populares do mundo e sem contar que C influenciou linguagens como: C#, C++, Shell, Java, JavaScript, Perl, PHP, entre outros.

E JavaScript, por ser uma linguagem de programação interpretada, imperativa, estruturada e principal linguagem para programação cliente-side para WEB. E a melhor parte de estudar JavaScript: ela é baseada em objetos. Ao estudar o JavaScript você terá facilidades em desenvolver qualquer aplicação: móvel ou até mesmo para sistemas WEB. Quem aprender a dominar JavaScript conseguirá emprego na área de programação com muita facilidade em qualquer área de negócio. Com isso, eu recomendo bastante aprender JavaScript!

Mas, como disse o Paul Carduner acima: "Aprender a codificar é como aprender uma nova língua". Sim. Haverá horas em que você se sentirá frustado nas primeiras vezes em que tentar escrever suas primeiras linhas de código. Mas, lembre-se: nunca desista! Pois é aos poucos que você sentirá os efeitos do seu aprendizado. Ninguém aprende uma nova “língua” de uma hora para outra.

Com base nisso, eu vou citar alguns passos que poderá lhe ajudar aprender a programar sem se desgastar:

1. Antes de qualquer coisa – aprenda Lógica de Programação. Pois te ajudará a ter um raciocínio lógico não só nas linguagens que eu mencionei aqui, mas em diversas linguagens de programação. Existem muitas apostilas e até mesmo cursos de Lógica de Programação na internet. Inclusive aqui no site do PortalGSTI temos uma lista imensa de cursos gratuitos que te auxiliará a aprender a programar.

2. Participe de fóruns. É imprescindível você fazer parte de algum fórum que trate da determinada linguagem de programação que você está estudando. Eu recomendo muito criar uma conta no GitHub. Lá você de cara aprenderá a versionar códigos, poderá ter ajuda de outros programadores, você poderá pegar um determinado repositório para estudar ou até mesmo melhorar o projeto postado. (Na próxima vez escreverei um artigo da importância de versionamento de código e qual é a importância em ter uma conta hoje no GitHub ;)

3. Pratique, pratique e pratique. Procure treinar e estudar 1 hora por dia a linguagem escolhida. Não existe fórmula secreta. A melhor forma de você captar a essência da linguagem é praticando. Outra coisa muito importante: você vai errar bastante. Mas, lembre-se: são com os erros que você aprenderá os macetes e o famoso “instalo” surgirá na sua cabeça, onde a programação fluirá com naturalidade.

4. Depois que você se sentir mais confiante na linguagem procure estudar Estrutura de Dados. Através desse estudo você começará a organizar os algoritmos que serão mais rápidos num determinado processamento do programa. Existem diversas apostilas e vídeo aulas (aqui mesmo no site do PortalGSTI) explicando sobre: vetores, listas, pilhas e árvores – que são muito importantes em qualquer linguagem de programação.

5. Essa é uma dica do blog do Paul Carduner: ao tentar aprender a programar procure estudar com outras pessoas. Segundo ele, sempre é melhor ter 2 pessoas pensando em algo do que um. Sem contar que, uma vez que você desenvolve uma determinada solução em conjunto ou com outras pessoas, você conseguirá solucionar um determinado problema muito mais fácil. 

Lembrando que o ponto de vista de um pode ser diferente do outro, deixando assim o sistema ou programa mais completo para o usuário final.

6. E o último e muito importante: aprenda inglês. Não precisa ser fluente. Mas, pelo menos um nível que possa realizar uma determinada leitura técnica dos artigos. Pois, tem muito material excelente na internet para aprender diversas linguagens de programação. Porém na sua grande maioria em inglês.

Seguindo esses passos, você não se tornará um expert. Pois é com a experiência , tempo e constante aprendizado que fará com que você obtenha mais experiência na linguagem em que você escolheu. Mas, você pode ter a mais plena certeza de que, ao fazer isso, te dará uma definição mais concreta na escolha de uma determinada linguagem de programação que queira se especializar e trabalhar depois que se formar na Faculdade.

Todos os anos o site Code Eval faz uma lista das linguagens de programação mais usadas do ano corrente. Abaixo segue as linguagens mais usadas em 2014:
Pesquisa sobre estatísticas de uso de linguagens de programação
Linguagens de programação mais usadas de 2014

Notem que Python tem ganhado grandes posições se tornando a linguagem de programação mais usada de 2014.

A partir das próximas semanas, eu estarei postando aqui no Portal GSTI links de sites e vídeos para aprender programação. Em cada postagem eu indicarei a linguagem de programação com o material, a importância em aprender a determinada linguagem, qual o valor do mercado (salário) e qual função poderá desempenhar no mercado de trabalho.

70 Vagas de TI na eWave


Empresa tem 70 oportunidades em aberto para profissionais de TI 08 cidades brasileiras

eWave logo da empresa
eWave

Sobre a empresa

A eWave do Brasil é uma empresa provedora de soluções de Tecnologia da Informação, especialista em desenvolvimento, implantação e integração de sistemas. Atua tanto no segmento corporativo privado quanto em entidades governamentais, contando com amplo portfólio nas áreas de administração pública, Smarter Cities, segurança e tecnologia antifraude, mobilidade, gestão de negócios, entre outras soluções de TI, como alocação de profissionais e desenvolvimento de software.

Site da eWave: www.ewave.com.br

Sobre as vagas

Alguns detalhes sobre as oportunidades atuais na empresa:

- São 70 Vagas em aberto para profissionais de TI;
- As vagas são para profissionais de diversas áreas, incluindo analistas e técnicos de desenvolvimento, suporte e infra estrutura para níveis Junior, Pleo e Sênior, também consultores DBAs;
- Cidades: Curitiba (PR), Pinhais (PR), São José dos Pinhais (PR), São Bernardo do Campo (SP), São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG) e Brasília (DF);
- A lista completa das vagas pode ser consultada no link disponível ao fim desta publicação.

Para tirar dúvidas ou obter mais informações sobre as vagas, a empresa está a disposição através do contato: recrutamento@ewave.com.br

Candidatar-se

Para concorrer a uma vaga, o candidato deverá cadastrar seu currículo no site conforme link a seguir:

Experiências com gestão de segurança da informação


Gestão de segurança da informação: experiências, exemplos de projetos e dicas 

Vídeo da Palestra Virtual ministrada no dia 20 de Agosto de 2014 às 20h00min via Hangout  

Amigos do Portal GSTI, 
Capa dos slides da palestra sogre gestão de segurança da informação
Experiências com gestão de segurança
já está disponível o vídeo da palestra ministrada agora há pouco por Fernando Palma via Hangou: experiências com gestão de segurança da informação.

Nesta palestra, Fernando Palma apresentou alguns pontos comuns em disgnósticos para gestão de segurança da informação em organizações. 

Como complemento ao conteúdo, foram elencados alguns exemplos de projetos em gestão de segurança e dicas foram compartilhadas, como item de fechamento da palestra. 

Sobre o Hangout: Experiências com gestão de segurança da informação

O conteúdo da palestra virtual foi dividido em duas partes. 

Na primeira parte, Fernando abordou o tópico considerado o foco da palestra: pontos comuns notados em diagnósticos de segurança da informação para empresas. 

Já na segunda parte, o palestrante passou por 02 itens: um para esclarecer os diversos tipos e naturezas de projetos que podem ser implementados no tema de segurança da informação. O segundo item teve o objetivo de apresentou alguns passos fundamentais que pdoem funcionar como dicas para quem deseja iniciar qualquer projeto desta natureza. 

A duração do vídeo é de 02h30min. 

Mais uma vez, interação foi intensa, contamos com centenas de espectadores em tempo real e cerca de 180 comentários. Agradecemos todos que participaram e contamos com vocês nos próximos eventos!

Confiram o vídeo e faça o download dos slides a seguir. 

Experiências com gestão de segurança da informação 20/08/2014

 

Material utilizado durante a palestra (download aqui)



Para acompanhar os vídeos do Portal GSTI siga o nosso canal do Youtube

Para ser convidado para Hangouts como este, siga nossa página do Google+

Vagas de TI na Stefanini


Stefanini possui 138 oportunidades em aberto


Atualizado em 19/08/2014


Sobre a Empresa 

A Stefanini oferece serviços em 
Consultoria, Integração, Desenvolvimento de Soluções, BPO, Outsourcing para
Stefanini Logo
Stefanini
Aplicativos e Infraestrutura, entre outros, com suporte em 32 idiomas e a flexibilidade de uma empresa focada na eficiência global. 
Fundada em 1987 como uma empresa de treinamento, a Stefanini tornou-se uma grande empresa multinacional de tecnologia. 

Mais sobre Stefanini no site da empresa: http://stefanini.com/br/

Sobre as vagas

No momento, existem 138 oportunidades para diversas capitais e cidades do interior, tais como: 

Americana-SP;
Anchieta-ES; 
Belo Horizonte-MG; 
Brasília-DF;
Betim-MG; 
Campina Grande-PB; 
Campinas-SP; 
Cotia-SP; 
Goiana-PE;
Jaguariúna-SP; 
Juiz de Fora-MG; 
Nossa Senhora do Socorro-SE; 
Porto Alegre-RS;
Rio de janeiro-RJ;
Recife-PE; 
São Bernado do Campo-SP; 
São José dos Campos-SP; 
São João da Barra-RJ; 
São Leopoldo-RS; 
São Paulo-SP; 
Santana de Parnaíba-SP;
entre outras.

São vagas para desenvolvedores, técnicos e analistas de suporte, estagiários, DBA-s, coordenadores de TI, gestores de projetos, arquitetos, e para diversas outras funções. Confira mais detalhes na lista de vagas disponibilizada no item a seguir. 

Candidatar-se

Acesse todas as vagas e concorra:


CRM (Customer Relationship Management): 02 apostilas


02 apostilas sobre CRM (Customer Relationship Management) disponíveis para download

Imagem sobre ciclo CRM
CRM

Caros amigos, 
este é mais um tema que todo profissional de TI irá conhecer mais cedo ou mais tarde, seja em um curso de graduação/pós graduação, dentro das empresas, palestras, cursos técnicos ou através de qualquer outro meio. 

CRM é uma daquelas práticas que, bem ou mal, toda empresa investe. Em outras palavras, todo empresário faz um pouco de CRM, mesmo que não conheça o significado desta sigla. 

Se você ainda não leu nada sobre, que tal aproveitar a oportunidade para obter um primeiro contato?

Se você já conhece algo sobre CRM e deseja ampliar sua intimidade com o assunto, esta também é uma boa chance!

Basta conferir os detalhes a seguir sobre duas apostilas selecionadas e fazer o download gratuito. Aproveite!

CRM - Sobre as Apostilas e os autores

Para contemplar o tema de forma objetiva, selecionamos 02 apostilas quais consideramos relevantes e bem estruturadas. A partir da descrição de cada uma, é possível notar que os documentos são complementares.

Apostila 01) CRM – Conceitos e Métodos de Aplicação no Marketing de Relacionamento

Este é um artigo de apenas 05 páginas, ideal para quem deseja obter um primeiro contato com o tema. Foi elaborado por 04 autores listados a seguir
  • Atílio Garrafoni Júnior (UNIMEP) garra@terra.com.br 
  • Hélio Oliva Santade (UNIMEP) helio.santade@terra.com.br 
  • Nadia Kassouf Pizzinatto (UNIMEP) nkp@merconet.com.br 
  • Osvaldo Elias Farah (UNIMEP) osvaldofarah@terra.com.br
O artigo apresenta o CRM como um fator crítico de sucesso para as empresas modernas, e é descrito a partir de uma perspectiva voltada para o marketing. 

É possível aprender os conceitos fundamentais e benefícios do CRM com este material.

CRM – Conceitos e Métodos de Aplicação (download aqui)



Apostila 02) CRM e ferramentas auxiliares no processo de marketing

Esta apostila trata-se de um trabalho de conclusão de curso do aluno de graduação Carlos Marino Marques. 

Apesar do título, o foco de seu conteúdo tem uma base maior na tecnologia quando comparado com a primeira apostila. Isso ocorre, sobretudo, a partir do capítulo 05. 

O autor cita outros conceitos que podem despertar sua curiosidade, tais como Data Waerehouse, OLAP e Data Mining (mineração de dados)

CRM e ferramentas auxiliares (download aqui)



Seja notificado em primeira mão sobre novas apostilas disponíveis. Basta nos seguir no slideshare!
Siga nosso perfil no slideshare (administrado por Fernando Palma)


Mídias sociais: ebook


Mídias Sociais: perspectivas, tendências e reflexões

Capa do ebook Mídias sociais
Mídias sociais
Com a finalidade de ampliar o escopo de nossa biblioteca digital de ebooks e materiais gratuitos, recorremos nesta publicação a um assunto moderno, em alta, e muito agradável de ser estudado: as mídias sociais. 

Para isto, oferecemos a seguir a sugestão de uma leitura bem recomendada e divulgada na web, que já possui milhares de leituras e downloads desde a sua primeira divulgação, há mais de 03 anos. 

O conteúdo a seguir foi elaborado por cerca de 17 autores, todos citados na segunda página do ebook. 

Além da elaboração coletiva, expressão usada na capa do próprio livro, o material apresenta outras características modernas e inovadoras, entre elas o fato do livro ter sido produzido por duas empresas que - aparentemente - seriam concorrentes. Interessante, sim?

A terceira característica que chama a atenção é o próprio fato do ebook ter sido elaborado para ser divulgado sob licença de livre acesso, download e distribuição através do creative commons. Quem costuma caçar conteúdos de qualidade gratuitos na internet sabe que não é fácil encontrá-los, principalmente quando produzidos por empresas. Nós sabemos bem do que estamos falando. 

Por ultimo, destacamos como mais um aspecto inovador o uso de artigos colaborativos para compor o conteúdo deste livro digital. 

Saiba um pouco mais a seguir e faça o download agora mesmo. Boa leitura!

Sobre o ebook - Mídias sociais: perspectivas, tendências e reflexões

O ebook aborda, em seu capítulo inicial os passos básicos para a aplicação de marketing através de mídias sociais. 

No segundo  capítulo, é trabalhado o fenômeno denominado de inteligência coletiva, conceito indispensável para quem está estudando marketing digital, mídias sociais, ou temas correlatos. 

Do terceiro ao sétimo capítulo, são apresentadas perspectivas do uso de mídias sociais (com exceção do quinto, que foca novas mídias). As perspectivas trabalhadas nestes capítulos são, respectivamente: política, educação, economia e ambiente corporativo. 

Total de páginas: 150. 

Sobre o(s) autor(es)

O ebook foi elaborado a partir de uma parceria entre as empresas PaperCliQ e Danila Dourado.  

Como mencionado na apresentação desta publicação, cerca de 17 autores colaboraram para a construção desta obra coletiva, conforme lista de autores presente na contra capa do ebook.

Mídias Sociais: perspectivas, tendências e reflexões (download aqui)



Continue estudando marketing digital no portal GSTI: