Portal GSTI - Desenvolvendo competências dos profissionais de TI

       
.

Curso Android Básico: Grátis e Com Certificado


Curso Online de Desenvolvimento Para Android: Gratuito com Certificado 





Oportunidade para programadores que desejam aprender a programar em Android! 

O IPED, parceiro do Portal GSTI, oferece este curso gratuito com carga horária de 20h. 

Saiba mais a seguir e comece seu curso imediatamente!

Sobre o Android

Android é um Sistema Operacional para dispositivos móveis, sendo os mais conhecidos destes dispositivos os smartphones e tablets, mas também para Android Wear (relógio concorrente da Apple Watch), Google Glass além de Smart TV´s, carros, dentro outros. 

Foi desenvolvido pela Open Handset Alliance, com base no núcleo Linux e é atualmente mantido pela Google

Justamente na expansão contínua de possibilidades de dispositivos que estão utilizando e virão utilizar este sistema operacional de forma integrada que está o interesse dos programadores em conhecer dominar a programação para Android.

Sobre o IPED

O Iped é um site parceiro (afiliado) do Portal GSTI com mais de 1 mil opções de cursos gratuitos online com certificado. Possui mais de 4 milhões de alunos e milhares de professores especialistas em áreas de atuação profissional como: 

Detalhes do Curso: Android Básico

Objetivo deste curso é ensinar os conceitos básicos do sistem operacional Android, programação Java e como trabalhar com layouts. 


  • 1 Capítulo 1
  • Aula 1. Android
  • Aula 2. Parte 5
  • Aula 3. Fundamentos Android
  • Aula 4. Usando Buttons
  • 2 Capítulo 2
  • Aula 5. Usando os botões de Imagem
  • Aula 6. Usando Radio Buttons
  • Aula 7. Usando Check Boxes
  • Aula 8. Usando o AutoComplete Text View
  • Aula 9. Exibindo páginas da Web
  • 3 Capítulo 3
  • Aula 10. Usando o TimerPicker
  • Aula 11. Usando o DatePicker
  • Aula 12. Usando o Linear Layout para posicionamento
  • Aula 13. Usando Relative Layout para posicionamento
  • Aula 14. Usando o FrameLayout para posicionamento
  • Aula 15. Usando o TableLayout para posicionamento

Vídeo de Apresentação do Curso: ANDROID BÁSICO



Inicie Agora mesmo!

Para iniciar o curso basta realizar o cadastro gratuito no Portal de Ensino e começar seus estudos:


Obs.: Vale acrescentar que o IPED oferece também um curso de Android Avançado, com uma opção também gratuita: Curso de Android Avançado.

Apostila Data Warehouse e OLAP disponível para download


Estude Data Warehouse e OLAP Com Este Material Gratuito

Olá amigos do Portal GSTI! Sejam bem vindos a mais um material de estudos
Estrutura de um Data Warehouse com Diversos Bancos de Dados
Data Warehouse 
gratuito de excelente qualidade, elaborado por quem entende do assunto!


A apostila a seguir faz uma introdução a data warehouse (do português: armazém de dados), e aplicações OLAP (Online Analisys Process).

Para quem está tendo um primeiro contato com estes conceitos, não se preocupe, pois o autor do material apresenta e define logo nas primeiras páginas.  

Aliás, por falar em autor, vamos apresentá-lo! 

Autor desta Apostila: Marcelo Sinic

Este material, de 59 páginas, foi elaborado por Marcelo Sincic, que mantém este excelente site chamado Avanço Informática, com diversos artigos e materiais voltados para tecnologia da informação, com foco em Microsoft.  

Marcelo atua como consultor e instrutor para diversos parceiros e clientes Microsoft. Ele possui mais de 30 Certificações Microsoft

Bons estudos!

Introdução a Data Warehouse e OLAP (download aqui)


Slides do curso COBIT 5


Faça o download dos slides do curso COBIT 5 Foundation ministrado por Fernando Palma: 212 Slides  

O material a seguir foi utilizado por Fernando Palma para ministrar o Curso Online Gratuito de COBIT 5 de 06 aulas.
Por Fernando Palma
Slides do Curso de COBIT 5


É recomendado que o material seja utilizado em conjunto com as vídeo aulas disponíveis também no Portal GSTI. Acesse os vídeos aqui: Curso COBIT 5

Detalhes deste material

Total de Slides: 212
Escopo: Todo o conteúdo do Framework COBIT 5
Autor: Fernando Palma

Aula 01-Introdução
-Princípio 01 (de 05) do do COBIT 5: 1.Satisfazer as necessidades das partes interessadas
-Cascata de Objetivos do COBIT 5
Aula 02
-Revisão e Cascata de Objetivos na Prática
-2º Princípio: Cobrir a Organização de Ponta a Ponta
Aula 03
-Princípio 03 (+ BSC)
Aula 04

-4º Princípio e 5º Princípio 

Aula 05
-Guia de Implementação 

Aula 06
-Modelo de Capacidade de Processos

Slides do curso COBIT 5 Foundation (download aqui)

COBIT 5 Aula 06: Modelo de Capacidade de Processos


Vídeo da 6ª Aula sobre COBIT 05: Modelo de Capacidade de Processos do COBIT 5

Este vídeo foi gravado durante a palestra ministrada por Fernando


Esta palestra foi a Última das 06 Aulas que Fernando realizou via Hangout do Google Plus sobre o Framework do COBIT 5

A seguir mais detalhes sobre a Aula 06, o vídeo e o material usado na apresentação para download em ppt. 

Sobre o vídeo: Modelo de Capacidade de Processos

Neste quinto encontro, Fernando Palma abordou o Modelo de Capacidade de Processos do Framework Gratuito do COBIT, praticando os principais tópicos conforme a seguir:
  • Introdução 
  • Diferenças Entre o Modelo de Maturidade do COBIT 4.1 e o Modelo de Capacidade de Processo do COBIT 5 
  • Benefícios das Mudanças 
  • Avaliações da Capacidade do Processo no COBIT 5
No vídeo, é apresentado também a Publicação da ISACA denominada COBIT Process Assessment Model (PAM)

O vídeo tem cerca de 01 hora de duração. 

Vídeo COBIT 5 Aula 05: Modelo de Capacidade de Processos

Slides utilizados para esta apresentação (download aqui)



Para acompanhar os vídeos do Portal GSTI siga o nosso canal do Youtube

Para ser convidado para Hangouts como este, siga nossa página do Google+


Mais sobre COBIT 5 no Portal GSTI:

Palestra Virtual: Modelo de Capacidade do COBIT 5



Amigos do Portal GSTI, 
na próxima ferça-feira, 19/01/16, irei ministrar mais uma Palestra Virtual
Palestra Virtual por Fernando Palma: Modelo de Capacidade dos Processos do COBIT 5
Aula 06 - Modelo de Capacidade do COBIT 5
gratuita s
obre o COBIT 5 via Hangout do Google Plus.


Será o sexto e último encontro sobre o Framework do COBIT 5. Você pode assistir a gravação dos outros 05 eventos sobre COBIT 5 aqui: lista de vídeos Curso COBIT 5

A seguir, mais informações sobre a palestra link para inscrições.


Sobre a Palestra Virtual - Modelo de Capacidade do COBIT 5


Neste Sexto encontro, abordarei o Modelo de Capacidade de Processos do COBIT 5.

Dia: terça-feira, 19 de Janeiro 2016
Horário: 21h30min (horário de Brasília)
Duração prevista: 01h30min + 30 minutos para esclarecimento de dúvidas.

Agenda:
- Introdução

- Diferenças Entre o Modelo de Maturidade do COBIT 4.1 e o Modelo de Capacidade de Processo do COBIT 5
- Benefícios das Mudanças
- Avaliações da Capacidade do Processo no COBIT 5

Inscrição Gratuita


Inscreva-se na Palestra Virtual:




Para acompanhar os vídeos do Portal GSTI siga o nosso canal do Youtube

Para ser convidado para Hangouts como este, siga nossa página do Google+


Mais sobre COBIT 5 no Portal GSTI:

65 Vagas de TI na HP Brasil


HP tem 65 Oportunidades em 3 Cidades: Barueri (SP), Porto Alegre (RS) e São Paulo (SP)

13/01/2016

Sobre a empresa 

HP é uma empresa de tecnologia de ponta, fundada em 1939, que está presente
Logo da HP
65 Oportunidades na HP
em mais de 170 países. 

Possui em seu portfólio de serviços, diversos aparelhos eletrônicos, que sugerem facilitar a vida de seus usuários.
Possui em seu quadro de colaboradores cerca de 349 mil funcionários, distribuídos por todo o mundo.

Sobre as Vagas

A Empresa disponibiliza 65 Oportunidades a serem preenchidas por profissionais residentes nas cidades de Barueri (SP), Porto Alegre (RS) e São Paulo (SP).

Vagas por Cidade

  • Barueri (SP) ou Porto Alegre (RS): 44 
  • São Paulo (SP): 21 

Para concorrer a uma das vagas na empresa, acesso o link disponibilizado a seguir. 

Obs.: use o filtro de pesquisa para buscar vagas dentro do Brasil


Outras vagas divulgadas recentemente:

05 Segredos da Gestão de Mudanças ITIL


05 Segredos da Gestão de Mudanças que Não te Contaram em Seu Curso de ITIL Foundation

Segredos
Segredos da Gestão de Mudanças ITIL




1) O Nível de Detalhe Adequado Para Registrar Mudanças


O nível de detalhe exigido para o registro de cada mudança irá variar sobretudo proporcionalmente ao tamanho e impacto da mudança.

Não significa que deveremos ignorar completamente outros aspectos e atributos da mudança no momento de decidir o nível de detalhamento até porque atributos como tipo e categoria irão influenciar o próprio impacto. Mas estas duas serão as variáveis fins para definição do modelo que traz o nível de detalhes adequado: tamanho e impacto.

O Registro da Mudança deverá conter todo o histórico do Ciclo de Vida da Mudança, abrangendo também a Requisição de Mudança (RDM).

A documentação necessária para o registro, assim como as possibilidades de como cadastrá-las são aspectos que devem ser definidos durante o Desenho e Planejamento do próprio Processo de Gestão de Mudanças. Uma vez desenhado, você terá disponível dois instrumentos que cito a seguir.

A Política de Gestão de Mudanças (ou "Políticas", no plural) auxilia definindo diretrizes, regras e o Modelo de Mudança mais adequado para tratar a mudança que está sendo registrada.

Se você está estudando estes detalhes pela primeira vez, espero que tenha dado atenção ao parágrafo anterior, pois os dois "elementos mágicos" para o desempenho adequado de registro e classificação de mudanças acabaram de ser citados: Política(s) e Modelo(s) de Mudanças.

Em vez de investir tempo em reuniões intermináveis a cada novo episódio, que tal dedicar seu esforço para construir Política e Modelos eficazes, consistentes, atualizados? Fazendo isso, você terá em mãos um verdadeiro "framework de Gestão de Mudanças" para escolha adequada de informações à cada mudança.



2) Quando Registrar Cada Informação

Normalmente, quando temos dúvidas neste ponto significa que estamos confundindo os conceitos de Registro de Mudança com Requisição de Mudança.

O Registro da Mudança, é como um Registro de Incidente, que será aberto, atualizado e fechado, passando por todo um ciclo de vida. Requisição é o que o nome diz.

Exemplos de informações cadastradas na RDM são: solicitante, benefícios da mudança e efeito de não implementar a mudança; já o Caso de Negócio (quando aplicável) e/ou Relatório de Avaliação de Impacto provavelmente serão anexados ao Registro da Mudança após o decorrer das primeiras atividades de condução do processo. 


Demais informações sobre o andamento podem ser atualizadas dentro do próprio Registro da Mudança, assim como é realizado para qualquer outro registro: de eventos, incidentes ou problemas.

Precisamos tomar cuidado para não sobrecarregar o registro da RDM com atributos a serem preenchidos precocemente, e ao mesmo tempo garantir a atualização das informações ao longo do ciclo de vida da mudança.



3) Considerações Sobre Automação

Cada organização deve escolher os meios pelos quais mudanças serão registradas e gerenciadas de acordo com sua realidade.

Depois desse discurso "chato" das duas linhas anteriores que nunca convence ninguém que está querendo aprender, vamos ao que interessa: para 99% dos casos, uma ferramenta web é a melhor (ou pelo menos mais comum) opção a para conduzir as atividades de um processo que "transborda" relacionamentos como é o caso da Gestão de Mudanças. Isso não significa que você já deva começar com um processo automatizado, mas que provavelmente você vai querer chegar lá.

Os registros de mudança devem ter interface sobretudo com o Sistema de Gerenciamento de Configuração (SGC) e os Registros de Liberação.

Em nível de prioridade, após estas duas, as integrações mais relevantes seriam com a Gestão de Problemas e Incidentes, e logo após com os Processos de Desenho de Serviços.*
________

*Obs.: o "ideal", conforme as boas práticas da ITIL sugerem, seria que todos estes registros (de incidentes, problemas, IC´s e registros das próprias mudanças) se relacionassem através do Sistema de Gestão de Conhecimento, mas não entrarei neste mérito para não sobrecarregar demais o artigo.

No mais, basta acrescentar que quaisquer outros relacionamentos com outros - quaisquer - processos de Gestão de Serviços de TI seriam úteis, embora menos prioritários.

Antes que eu esqueça de mencionar, não há nada de errado em utilizar instrumentos básicos para conduzir o processo, contanto que se adéquem ao seu cenário: através de e-mail ou Formulários em papel. Na maioria dos casos, é até mais adequado que se inicie assim. Mas, independente do seu cenário, com o passar do tempo, aumentar o nível de automação não o fará mal algum à saúde do seu processo.

Para que seja mantido um histórico, todas as informações da Requisição de Mudança e Registros devem ser atualizadas pelo Sistema de Gerenciamento de Configuração (SGC) para os Itens de Configuração relacionados. Caso esta ação não esteja automatizada, isto deve ser realizado manualmente.



4) Como Tirar Maior Proveito da Automação

No processo de mudanças, você pode usar automações para disparar Ordens de Serviço assim que mudanças são registradas por completo.


Alguns exemplos:
  • Uma Ordem de Serviço pode ser emitida para indivíduos ou equipes para que seja realizada uma Avaliação de Impacto.
  • Uma Ordem de Serviço é disparada para a equipe de Gestão de Configuração para que seja gerado um relatório com informações sobre Itens de Configuração envolvidos com a Requisição registrada.
Mais uma vez, perceba que as regras precisam estar pré definidas por Políticas e Modelos de Mudança antes que você decida por automatizá-las.

5) Acesso aos Registros de Mudanças

Uma última sugestão é tomar cuidado com o acesso ao registro das mudanças: uma vez que abrangem informações que variam da estratégia a operação, você deve cuidar para que cada profissional acesse apenas o essencial, de acordo com sua função.

Pode parecer uma preocupação secundária para quem está animado para implantar o processo, mas acredite: planejar-se para este aspecto irá reduzir seus riscos com segurança da informação ou no mínimo manter a equipe focada.

Registros de mudanças não documentam apenas informações técnicas, elas documentam absolutamente tudo que ocorre dentro dentro e fora de TI, incluindo o relacionamento com o cliente, fornecedores, dentre outros possíveis stakeholders.

Procedimentos devem especificar os níveis de acesso aos Registros de Mudança e quais papéis devem ter Acesso a estes Registros. Se você está bem estrutura em sua Gestão de Segurança da Informação, então esses documentos irão derivar da Política de Segurança da Informação.

Qualquer pessoa autorizada pode criar uma mudança, sejam estes clientes, profissionais de TI, ou demais partes interessadas. Deve haver regras documentadas para esclarecer estes níveis de autorização de acordo com o Tipo e Categoria de cada Mudança.

Permissões para visualizar e editar mudanças devem ser estabelecidas de modo adequado, igualmente com base em o que dizem as Políticas para cada tipo e categoria de mudança.

Já o fechamento da Mudança deve ser realizado apenas por membros da equipe interna de TI delegada para tal papel dentro do processo (com devido aceite de solicitante(s) / partes interessadas).

    68 Vagas de TI na Decision Group (2 Para Home-office)


    Multinacional da Área de Tecnologia da Informação Oferece 68 Oportunidades para Profissionais de TI em 7 Cidades no Sudeste do País (02 para Home-office)

    12/01/2016

    Sobre a empresa

    Constituída em 1999, a Decision Group oferece serviços na área de Tecnologia
    Vagas Com o Logo da Decision Group
    Decision Group
    da Informação, especificamente em Gestão de Recursos Humanos, Projetos e Consultoria. A Decision propicia ao mercado acesso a maior experiência acumulada em gestão de Serviços de Outsourcing da América Latina, por meio da vivência de seus sócios nesta área. 

    Mais informações no website da empresa

    Número de Vagas por Localidade

    Home Office: 2
    Barueri-SP: 2
    Campinas - SP: 2
    Hortolândia - SP: 18
    Rio de Janeiro - RJ: 8
    São Paulo - SP: 29
    São Bernardo do Campo - SP: 1
    Santo Amaro - SP: 6
    Local Negociável: 2*

    As Vagas de Home-office são para Desenvolvedor LINUX Pleno e Programador JAVA Pleno.

    Local ainda não definido, pode ser negociável para alguma das cidades onde a empresa possui filiais ou Home Office. 

    Quandro de Vagas na  Decision Group         

    Função Cidade
    Consultor SAP MESão Paulo - SP
    2387352 - S2HNW6 - Programador DotNet JrSão Paulo - SP
    2388107 - S2HNXL - Lider TécnicoHortolandia
    2422236 - S2HS82 - Programador .Net PlenoSão Paulo - Santo Amaro - Z. Sul
    2429953 - S2HT9Q - Administrador Infra - WebsphereSão Paulo - Santo Amaro - Z. Sul
    2464652 - S2HYXZ - Desenvolvedor Cobol JuniorSão Paulo ou Hortolandia
    ABAP CampinasCampinas
    Analista de Negocios SeniorSão Paulo - SP
    Analista de Suporte Infraestrutura Jr.São Paulo - SP
    Analista de Teste de automação JUNIORSão Paulo - Santo Amaro - Z. Sul
    Analista de teste funcional JUNIORSão Paulo - Santo Amaro - Z. Sul
    Analista de Testes SeniorSão Paulo - SP
    Analista de Testes(Não Funcional) Pleno e SeniorSão Paulo - SP
    Analista Desenvolvedor Java Pleno/SêniorSão Paulo - SP
    Analista Desenvolvedor Java SêniorSão Paulo - SP
    Analista Web PlenoSão Paulo - SP
    Assistente Administrativo Pleno - Assistente de ComprasHortolândia
    Assistente Administrativo Sênior - Analista de ComprasHortolândia
    Consultor SAP - MM PlenoSão Paulo - SP
    Consultor SAP - SD PlenoSão Paulo - SP
    Consultor SAP MEBarueri - SP
    Consultor SAP MM/WMSão Paulo - SP
    Consultor SAP modulo CO (Pleno a Senior)São Paulo - SP
    Consultor SAP Security SeniorSão Paulo - SP
    Desenvolvedor JAVA Hybris/Spring Sr.São Paulo - SP
    Desenvolvedor Java PlenoCampinas
    Desenvolvedor LINUX PlenoSão Paulo ou Hortolandia ou Home-office
    GWPS - programador WEB JuniorSão Paulo - Santo Amaro - Z. Sul
    S2HCNQ - 2258258 - Desenvolvedor C#.NET Jr.Hortolândia
    S2HK5W - 2344551 - SysAdmin LinuxHortolandia  
    S2HLJ8 - 2342836 - Desenvolvedor Oracle ODI / ETLRio de Janeiro
    S2HLJ9 - 2342841 - Desenvolvedor Oracle ODI JuniorRio de Janeiro
    S2HP4J - 2348586 - Analista de Negocios / SuporteSão Paulo - SP
    S2HPKD 2395781 - Middleware (Java)São Paulo - SP
    S2HRTF 2419424 Desenvolvedor .netHortolandia
    S2HSRK - 2419831 - Programador JAVASão Paulo - SP
    S2HX46 - 2445126 - Desenvolvedor ETL ODIRio de Janeiro
    S2HX7K - 2462251 - Desenvolvedor C# .NETSão Paulo - SP
    S2HXGT - 2416909 - Especialista ETLRio de Janeiro
    S2HXGV - 2416915 - BI - Desenvolvedor OBIEESão Paulo - SP
    S2HYLD - 2468493 - Dessenvolvedor .NET Júnior/PlenoHortolândia
    S2HYY5 - 2464656 - Desenvolvedor JavaSão Paulo - SP
    S2HYY8 2464660 Desenvolvedor Java Jr.Negociavel
    S2HZF7 2483437 Analista de TestesNegociavel
    S2HZLR - 2490542 - Programador JAVA PLENOSão Paulo - Interlagos.
    S2HZQ3 - 2483506 - Programador PL/SQL PlenoSão Paulo - Santo Amaro - Z. Sul
    S2J259 - 2455792 - Desenvolvedor CobolSão Paulo - SP
    S2J2GD - 2488327 - Desenvolvedor Cobol MainframeHortolândia
    S2J2ZZ - 2497643 - SQLHortolândia
    S2J383 - 2494944 - Desenvolvedor JavaSão Paulo - SP
    S2J38G - 2502690 - Desenvolvedor CobolSão Paulo - SP
    S2J38K - 2502706 - Programador CobolSão Paulo - Zona Sul
    S2J38M - 2502737 - Programador Cobol JuniorSão Paulo - Zona Sul
    S2J38N - 2502762 - Programador Cobol JuniorSão Paulo - Zona Sul
    S2J3TQ - 2509157 SYBASEHortolândia
    S2J4FH - 2509145 - DESENVOLVEDOR COBOLHortolândia
    S2J4FN - 2509141 - Desenvolvedor CobolHortolândia
    S2J4FR - 2509139 - DESENVOLVEDOR COBOLHortolândia
    S2J4FS - 2509138 - DESENVOLVEDOR COBOLHortolândia
    S2J4HX - 2511979 - Desenvolvedor CobolSão Paulo - SP
    S2J4WV - 2419831 - Programador JAVA JuniorSão Paulo - SP
    S2J5K4 - Analista BI PlenoRio de Janeiro - RJ
    S2J5N9 - 2321898 - Especialista de TestesRio de Janeiro
    S2J5NB - 2321897 - Especialista em testesRio de Janeiro
    S2J5NR - 2477986 - Analista de Integração PLENORio de Janeiro - RJ
    S2J5VW - 2520841 - Programador JAVA PlenoSão Paulo ou Hortolandia ou Home-office
    S2J8CS - 2536953 - Analista Programador CobolHortolandia - SP
    SAP MM JúniorCenesp - SP
    VAga 451520BF40 - Gestor de Mudança(Change Management)São Bernardo do Campo/SP

    Para conferir mais informações e concorrer a uma oportunidade, acesse a página de vagas no site da empresa a seguir: