Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
foto de
Fernando Palma

Liderança e motivação segundo os grandes pensadores (parte 03)


Dicas de liderança e motivação baseadas na experiência e ensinamentos de grandes gênios (parte 03)

1) "O bom gerente é o sujeito que não está preocupado com a própria carreira, mas com a carreira de quem trabalha para ele. Meu conselho: não se preocupe com você. Cuide de quem trabalha para você e atingirá a glória graças às realizações deles." H. S. M. Burns
O presidente da multinacional petrolífera de origem anglo-holandesa Shell ( Shell Oil Company), reforça, nesta sua mais famosa frase, ideias já propostas nesta série de artigos por outros pensadores, como é o caso Sam Walton ( parte 02 ), e Andrew Carnegie ( parte 01 ). O líder precisa se encontrar como um meio para a prosperidade do coletivo: permitir que o sucesso seja consequência da ação de todos em vez de inciativa própria.

2)" Tome cada decisão como se fosse o dono da empresa." ( Robert Townsend)
Tomar decisões como se fosse o dono da empresa pode soar para alguns como necessidade de decidir com eficiência e eficácia, com responsabilidade. Mas eu prefiro interpretar de outra maneira: necessidade do líder envolver-se com a área de negócio da qual participa e de agir com paixão . Sem estas duas premissas - envolvimento e paixão - dificilmente torna-se-a um grande líder.

3) "A alegria está na luta, na tentativa, no sofrimento envolvido e não na vitoria propriamente dita." ( Mahatma Gandhi )
A minha frase predileta nesta etapa da série sobre liderança: o grande líder é determinado e persistente. Simples assim (salve Gandhi!)

4) "Nunca confunda atividades com realizações." ( John Wooden )
Esta é uma lição que gestores aprendem na prática. Quando se coloca em uma posição de líder, o profissional não será avaliado positivamente pelo simples fato de dar conta de uma grande carga de trabalho, assumir compromissos e/ou ser ágil no cumprimento de tarefas ou conduzir bem sua equipe. Todas estes aspectos devem estar associados ao principal: dar resultado. Um líder não faz um trabalho operacional e sim tático e/ou estratégico. Portanto, sua efetividade não será medida por esforço e sim por realizações, alinhadas com os objetivos da empresa.

5) "Chegar a um acordo é a arte de dividir o bolo de tal forma que todos acreditem que ficaram com a maior fatia." ( Ludwig Erhard )
Para finalizar esta série, proponho uma reflexão, baseada em uma frase do ex primeiro ministro alemão: o líder precisa ser um ótimo negociador.

Leia outros artigos:

COMPARTILHE

Fernando Palma
Fernando Palma206 Seguidores 574 Publicações Consultor de TI, CEO
Seguir
Sou fundador e CEO do Portal GSTI, Consultor, professor e instrutor em Governança de TI e Gestão TI. Graduado em SI, mestrando em administração, Certificado ITIL Expert, ITIL Manager, COBIT, OCEB, ISO 20k, e ISO 27k.

Comentários