Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
foto de
Marcelo Gaspar

Desvendando o BPM (parte 10)


Desenho de processos (parte 5)


Dando continuidade em nossa abordagem sobre BPM , hoje vamos fazer a abordagem final  sobre Princípios de Desenho de Processos, utilizando como base o Guia para o gerenciamento de processos de negócio – Corpo comum de conhecimento - CBOK® (ABPMP) versão 2.0. 2009.

Levar em conta a opção de terceirização de processos de negócio:
  • Utilizar organizações especializadas na execução de alguns processos em algumas oportunidades  poderá liberar a organização a focar em processos core e estratégicos gerando mais valor para o negócio ;
  • A terceirização deve ser comparada com custos de redesenho e execução dos processos internamente, bem como comparada a riscos associados com a terceirização, tais como proteção de propriedade intelectual, qualidade e controles delegados à organização de terceirização contratada e desincorporação de atuais colaboradores.
Padronizar processos : 
  • Facilita encontrar os problemas no processo;
  • Mesmo os processos menos estruturados podem ser decompostos em componentes mais ou menos estruturados.
Utilizar equipes juntas ou em rede para questões mais complexas:
  • Necessidade de informações e dados em tempo real.
Regras de negócio :
  • Definem como e quando uma atividade específica pode ser executada e ajudam a controlar o seu fluxo. (Melhor prática – regras de negócio deveriam ser aplicadas quando necessário, por exemplo, para forçar políticas organizacionais ou regulamentações externas, reduzir erros de processo e agilizar sua execução).
Conformidade de processos :
  • Adoção de padrões e diretrizes dos segmentos de negócio, Ex: ANSI, ISO, HIPPA, SOX.

COMPARTILHE

Marcelo Gaspar
Marcelo Gaspar3 Seguidores 58 Publicações
Seguir

Comentários