Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
foto de
Claudio Leminski

O dilema entre fazer bem feito e fazer rápido

A negociação com o cliente que quer o desenvolvimento de um software e a criação do produto em si em diversos momentos pode desagradar um lado ou até mesmo os dois. O cliente sempre busca do desenvolvedor uma entrega rápida do produto e com qualidade alta. Por outro lado, o desenvolvedor que negocia o trabalho já pensa no que pode entregar com o valor que o serviço foi vendido.


Um sistema bem construído antes de mais nada precisa passar por uma série de etapas, desde a analise dos requisitos, modelagem do banco de dados, desenvolvimento da solução propriamente dita (programação) e testes. Entregar algo bom e rápido normalmente precisa envolver mais pessoas e consequentemente o custo aumenta. 

Ao vender um sistema por um preço que o desenvolvedor não acha o mais "justo", ele automaticamente atribui um "coeficiente" de qualidade ao projeto. Para o negocio ser interessante para ele é preciso terminar o trabalho num tempo menor. 

Nesse caso, alinhar as expectativas é essencial para que nenhum dos dois saia insatisfeito da negociação. É importante deixar claro pro cliente que o valor que é pago só permite até determinado nível de desenvolvimento (o que é bem difícil) ou não aceitar valores que não permitam a criação do projeto em sua qualidade máxima.

COMPARTILHE

Claudio Leminski
Claudio Leminski4 Seguidores 1 Publicação Analista de SEO
Seguir

Comentários