Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
foto de
Andre Rodrigues

Virtualização de Servidores: conceito e vantagens

O que é virtualização de servidores

A #Virtualização de servidores pode ser definida como o ato de executar vários servidores virtuais em uma só maquina física. Em outras palavras, consiste basicamente em rodar mais de um sistema operacional em uma mesma máquina, simulando assim diversas maquinas virtuais (Virtual Machines, ou VMs).

O objetivo é  obter maior densidade de utilização de recursos como hardware e espaço, permitindo aos data centers atingiram a capacidade máxima, justamente por compartilharem os recursos físicos. 

O conceito tem origem da década de 60, quando surgiram os Mainframes, que eram computadores de grande porte primariamente lançados pela IBM, e que introduziram no mercado o conceito de multiprocessamento. Mainframes têm a capacidade de executar diferentes sistemas operacionais, sendo seus recursos de hardware virtualizados através de um componente de hardware nativo ou adicionalmente por software.

O Sistema Operacional Virtual Machine (VM) da IBM surgiu baseado no conceito de hipervisor¹, que permite o processamento centralizado de dados de diferentes computadores de uma organização. A versão IBM VM/370, foi bastante utilizado para a migração de um mainframe para outro ou de um Sistema Operacional para outro, permitindo que ambos agissem sob a supervisão do VM hypervisor.

¹ O hipervisor é a plataforma básica das máquinas virtuais que executa funções como o escalonamento de tarefas, gerência da memória e manutenção do estado da máquina virtual. 

Há, entretanto, referências históricas de que que a ideia da virtualização já havia nascido em 1959, quando um cientista da computação empresarial chamado Christopher Strachey publicou um artigo na Conferência Internacional de Processamento de Informação, realizada em Nova York chamado Time sharing processing in large fast computers.

Como funciona a Virtualização

Se a virtualização fosse uma receita, bastariam dois ingredientes para prepará-la: uma maquina física e um Sistema operacional (SO) convidado. Ao SO da maquina física, damos o nome de hospedeiro (host), e ao convidado: hóspede (guest). Quando um hospede chega até um hospedeiro, ocorre o fenômeno que chamamos de virtualização.

Vantagens da Virtualização

Redução de Custos 

A virtualização demanda por menos custos de aquisição de componentes físicos, pois um mesmo servidor pode ser utilizado para diversos sistemas, além da redução do consumo de energia, porquanto um servidor à plena carga e outro sem carga consomem praticamente a mesma quantidade de energia. 

Contribui para disponibilidade dos serviços

As ferramentas de virtualização disponíveis no mercado oferecem recursos específicos que facilitam a administração da disponibilidade, e que não são seriam possíveis em servidores físicos. São recursos como a migração em tempo real, migração de armazenamento, tolerância a falhas, e agendamento de recursos distribuídos. 

Menor tempo de parada em manutenções programadas

A migração de uma aplicação de um servidor físico para outro pode ser realizada sem a necessidade parar o serviço. Isso graças á uma função denominada de vMotion pela #VMware e de  XenMotion pela Citrix #XenServer), e presente também em diversas de outras soluções, com diferentes nomes.  

Contribui para usar computação em nuvem

Trabalhar com virtualização de servidores é um passo para quem desejar, adiante, migrar de um simples centro de dados virtualizado para a #Cloud Computing,  em modelo de nuvem privada. Ou , quem sabe até para a nuvem pública, já que à medida em que este segundo modelo amadurece, a opção passa a ser mais confortável como passar do tempo. 

Contribui para recuperação de desastres

Com a virtualização, fica mais fácil contingenciar serviços, sobretudo porque:

  • Administrando um ambiente centralizado e com menos maquinas físicas, é muito mais fácil criar uma estrutura de contingência acessível para a aplicação ou qualquer outro serviço
  • A virtualização oferece a capacidade de abstração de hardware. Isso significa a oportunidade de deixarmos de depender de um um fornecedor de hardware específico, já que não precisamos de dispositivos de hardware idênticos para substituí-lo.
  • As soluções de virtualização automatizam a invocação da contingência e ainda permitem que você realize testes em sua estrutura de retorno. 

Contribui para TI Verde

Menos máquinas significa redução de custos de energia e refrigeração, aspectos ligados aos princípios de #Green IT (TI Verde). O poder de processamento de servidores modernos supera as necessidades da maior parte das aplicações, o que significaria desperdício de capacidade de processamento, caso fossem usados simplesmente como servidores físicos. O uso da #Virtualização permite que estes equipamentos sejam compartilhados: menos desperdício equivale a menos consumo de energia. 

COMPARTILHE

Andre Rodrigues
Andre Rodrigues38 Seguidores 86 Publicações Analista de Infraestrutura
Seguir

Comentários