Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
Publicação

Arquitetura do Linux

foto de
André Rodrigues CONTEÚDO EM DESTAQUE

Índice

  • Introdução
  • Kernel
  • Biblioteca de funções padrão 
  • Shell  
  • Aplicações

Introdução a Arquitetura Linux

A arquitetura do sistema operacional #Linux é subdividida em hardware, Kernel, Biblioteca de funções padrão, Shell e Aplicações, conforme demonstra a imagem a seguir. 


Principais Componentes da Arquitetura Linux

O Hardware é o componente que representa a camada física. Os demais componentes são descritos nos próximos tópicos. 

Kernel

A camada responsável pela interface entre o hardware e as aplicações. Como próprio nomo diz, kernel (kernel é a palavra núcleo em inglês) é o núcleo responsável¹ pelas funções essenciais e necessárias para o funcionamento do Sistema Operacional.

¹ O Linux é monolítico, isso é: as funções do núcleo são executadas no espaço de núcleo.

Ao contrário de muitos outros sistemas operacionais, o Linux permite modificações em seu kernel, para habilitarmos e desabilitarmos funcionalidades, conforme  a necessidade. Tal função gera benéficos em ganho de performance, pois a medida que customiza, o usuário torna o kernel enxuto e adaptável. 

Resumo das principais funções do kernel:

  • Detecção de hardware.
  • Gerenciamento de entrada e saída.
  • Manutenção do sistema de arquivos.
  • Gerenciamento de memória e swapping
  • Controle da fila de processos

Biblioteca de funções padrão 

É a camada que permite o acesso a recursos através da execução de chamadas feitas por processos. Tais chamadas são geradas por funções padrão suportadas pelo kernel.

Resumo das principais funções da biblioteca de funções padrão:

  • Habilitar funções padrão como open, read, write e close
  • Mante a comunicação entre as aplicações e o kernel

Shell 

O Shell é um processo que executa funções de leituras de comandos de entrada de um terminal, interpreta estes comandos e gera novos processos, sempre que requisitados. É conhecido também como interpretador de comandos.

O Shell exibe é quem exibe mensagem sinalizando que o Sistema Operacional está pronto ler e executar comandos (da mesma forma que acontece com o DOS, por exemplo, quando exibe a linha de interpretação de comando c:>). Quando o usuário digita um comando, o interpretador identifica o programa, procura pelo arquivo com o mesmo nome do programa e então inicia sua execução.

Resumo das principais funções do Shell:

  • Lê e interpreta comandos
  • Cria novos processos à medida que são requisitados

Aplicações

A camada mais conhecida e mais próxima do usuário comum. Aplicações são programas com os quais interagimos ao usar o sistema operacional #Linux

  • editores de texto
  • browser de navegação web
  • editores de mídias
  • compiladores
  • softwares de administração do SO
  • gerenciadores de arquivos
  • dentre outros

Comentários