Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
Publicação

Migrar para um ERP novo?

A migração de ERP é uma das coisas (senão a mais) complexas para o setor de TI da empresa.

Deve ser muito bem pensado, planejado e analisado antes de qualquer iniciativa de mudança. 

Se você tem seja 1 mês ou 10 anos de dados no ERP antigo e deseja mudar para um novo, seja por qualquer motivo, melhor adaptação, necessidade da empresa, melhoria, redução de custos ou qualquer outro, deve-se analisar muitas premissas.

Uma delas é a migração dos dados em si. Como é feita essa migração? As informações que estão atualmente no seu banco de dados, irão tranquilamente para o banco de dados novo? Já estão no padrão correto ou será necessário alguma conversão de data, tamanho de campo ou tipo? Essa conversão de dados será feita no sistema "antigo" ou no novo? Será feita manualmente em uma planilha de Excel? Quantas pessoas ficarão encarregadas dessa conversão? Pois pode gerar alguma discrepância de dados...

O custo do sistema não é simplesmente o que se paga mensal, mas sim manutenções, IMPLANTAÇÃO, mensalidade, personalização, tempo de espera no atendimento com o suporte, então deve também ser analisado com carinho, pois trocar seis por meia dúzia por uma "carinha mais amigável" e uma promessa de automatização com o sistema da NASA feita pelo gerente de vendas da empresa, acaba não compensando muito.

Sem falar em valores, mas falando em implantação, amigo, dá uma dor de cabeça... Muitas reuniões, muitas solicitações, muitos impedimentos e divergências nas opiniões já no início da implantação e se não for bem planejada e o projeto não for bem feito, você terá problemas no futuro (e não muito distante).

Poderíamos ficar citando milhões de problemas com projetos de implantação, mas daria um post apenas para "Problemas com implantação de ERP.", então deixa pra lá.

Por último gostaria de citar também as atualizações. Atualmente há uma empresa responsável por alguns dos ERPs mais usados no país (que não citarei o nome, óbvio) que trás atualizações frequentes para o seu sistema e por módulos. Por exemplo, você está com um problema no lançamento de NFs e abre um chamado para isso. A empresa analisa e futuramente cria um pacote com a solução, aí você vai lá e APLICA!! APLICA COM FÉ... mas na base de testes, claro. 

Vai na base de testes e certifica que a rotina de lançamento está funcionando perfeitamente e assim coloca em produção. CINCO minutos depois, alguém diz que os pedidos de compra estão saindo sem fornecedor no relatório X.y.z e você não sabe o motivo, pois até agora estava normal e nada foi feito nesse módulo.

Resumo da ópera, o pacote que até o momento era para um módulo afetou outros módulos e você não sabe nem quais foram.


Pense muito bem ao implantar ou migrar para outro ERP, pois dá bastante dor de cabeça e claro, se nada disso te impedir, com certeza esse ERP é para a sua empresa!

Comentários