Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
Artigo

Projeto e Processo - Diferenças e relações.


Uma das primeiras coisas com a qual nos deparamos quando nos envolvemos com projetos é a diferença do seu conceito com o de processo. E isto naturalmente nos leva a universos distintos quanto a técnicas e ferramentas para cada uma dessas atividades. Hoje nós iremos esclarecer no que divergem e suas principais relações.

Projeto é um esforço temporário que desenvolve um resultado exclusivo. Um projeto tem uma data para começar, um intervalo de tempo para ser desenvolvido e uma prazo para terminar. Por outro lado, processo é uma atividade ou um grupo de atividades que acontecem em sequência e que produzem um produto ou serviço. Dentro desse grupo de atividades o resultado de um processo frequentemente é a entrada de outro. Um processo tem sua entrada, uma transformação e uma saída. É importante ressaltar que pode acontecer diversos ciclos de um mesmo processo dentro de um intervalo de tempo. Enquanto o ciclo de um projeto tem um fim determinado.

Ao mesmo tempo, o conhecimento dessas duas áreas tem resultado em muita sinergia quando mesclamos seus conceitos e técnicas, e quanto mais exploramos esta sinergia, mais ampla se torna a nossa compreensão e maior o potencial de sua utilização. Para começar, podemos citar duas constatações que podem parecer ser óbvias, mas que refletem um pouco desta inter-relação entre as disciplinas:

- O gerenciamento de projetos é estruturado em um clico de processos;

- O redesenho de um processo é um projeto.

Em outras palavras, projeto e processo são coisas diferentes, mas tanto operações rotineiras quanto iniciativas temporárias usam processos. Exploremos então essas sinergias e a forma como as técnicas se complementam, multiplicando o efeito da sua aplicação.

Comentários