Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
Publicação

Saiba como se proteger de golpe que rouba informações bancárias

foto de
Diego Lisboa CONTEÚDO EM DESTAQUE

Clientes de diversos bancos privados estão recebendo mensagens falsas em seus emails e plataformas de mensagens, um esquema mais conhecido como phishing. Esse método é antigo, fácil e prático, e costuma ser usado para recolher dados importantes dos usuários das plataformas digitais dos bancos. A principal função dos criminosos é enganar os clientes. Como uma forma de “isca’’, o cibercriminoso envia um texto por SMS, email, aplicativos mensageiros ou redes sociais para indivíduo. Nesse texto é informado que o destinatário ganhou algum prêmio, alguma quantia em dinheiro ou está devendo e, geralmente, um link acompanha essas informações.

O golpe acontece quando o cliente clica nesse link. Esse encaminha à vítima para um site falso do banco/e-commerce. Dessa forma, para obter esclarecimentos o usuário insere suas principais informações (nome completo, telefone, CPF e números de contas bancárias). Feito isso, o criminoso vai saber todos os dados principais para fazer qualquer movimento e compras utilizando a conta do consumidor dos serviços digitais, tais como: nome completo da vítima, número da conta corrente, CVV (código de verificação do cartão que permite, por exemplo, a realização de compras online), data de vencimento do cartão de crédito, CPF, número da agência, telefone, número celular, token do celular (Bradesco) e senhas de seis e oito dígitos das contas bancárias.

Só no Brasil, o mercado do crime virtual movimentou R$ 32 bilhões.


Portanto, fique atento às mensagens que recebe em sua caixa, não clique em todos os links recebidos. Se suspeitar de alguma ação, não insira suas informações pessoais, e em caso de dúvidas, entre em contato com sua agência.

Comentários