Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
Publicação

Regeneração de órgãos e tecidos através de um chip

foto de
Marta Carvalho CONTEÚDO EM DESTAQUE

Pesquisadores da Universidade de Ohio descobriram que um chip menor que uma moeda é capaz de curar órgãos e tecidos prejudicados por lesões. Ele injeta um código genético regenerando essas partes do corpo danificadas.

Foram feitos testes em ratos e porcos, e resultado foi positivo. Um roedor que estava com uma lesão no sistema circulatório foi submetido ao tratamento e depois de uma semana os vasos sanguíneos já estavam ativados; a partir da segunda semana sua perna estava 100% curada.  

O funcionamento do chip se dá através de uma descarga elétrica. Assim, o dispositivo faz uma reprogramação celular, gerando qualquer tipo de célula que o paciente necessite.

Os criadores afirmam que humanidade deverá imaginar a pele como uma terra fértil, na qual será possível fazer nascer qualquer coisa que se queira.

A aceitação biológica das novas células é espontânea, pois são criadas com os mesmos códigos genéticos dos indivíduos. Sua eficiência oscila entre 95% e 98%. Os testes com humanos começarão em 2018.

O tratamento é de curto prazo, muito simples e os resultados obtidos até agora são efetivos. Essa novidade deixará a medicina ainda mais completa.

Comentários