Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
Publicação

O Wi-FI se tornou perigoso para a segurança de seus dados, afirma pesquisador

foto de
Diego Lisboa

Segundo uma pesquisa realizada na universidade KU Leuven, o WPA e o WPA2, protocolos de segurança para Wi-Fi, estão seriamente afetados. Eles oferecem riscos de seguranças para os usuários, principalmente os que utilizam os sistemas Android, Windows, sistemas da Apple, Linux, entre outros.

O problema em questão foi mantido em segredo para que os cibercriminosos não se aproveitassem dessa vulnerabilidade. A descoberta foi feita pelo especialista em segurança digital da universidade belga KU Leuven, Mathy Vanhoef. Em seus testes, o pesquisador conseguiu “romper” a proteção WPA2. Assim, provou que o sistema de segurança para Wi-Fi não funciona de forma efetiva.

Segundo Vanhoef, quem ataca pode usar essa técnica para ler informações que antes acreditávamos serem criptografadas de forma segura, e em alguns casos dados podem ser manipulados e inseridos.

Os hackers conseguem acesso aos dados sem precisar ter a senha do Wi-FI dos usários. Confira algumas das informações que podem ser acessadas: dados de cartão de crédito, endereços, senhas, conversas em apps de mensagens, fotos, entre outras coisas poderiam ser vistas por hackers.

Alex Hudson, chefe de tecnologia no Iron Group, informou que para realizar os ataques é necessário estar fisicamente próximo da vítima. “Para ficar fora de risco é preciso desligar Wi-Fi e usar outras formas de conexão”, ressaltou Hudson.

Dica

Por enquanto, evite atualizar o sistema seus aparelhos eletrônicos. 

Comentários