Publicação

Carreira Desenvolvedor Front-end

foto de
Andre Rodrigues CONTEÚDO EM DESTAQUE

(Imagens retiradas do Google)


Você já pensou em ser Front-End? Hoje a comunidade de Desenvolvedores Front-end vem aumentando bastante! Também pode se observar o aumento de ferramentas que nos ajudam no processo de desenvolvimento desde aplicativos mobiles, web-sites e aplicações desktop. Mas para que você se encaixe hoje no mercado de trabalho é necessário ter uma base e até mesmo oferecer um diferencial. E foi pensando nisso que escrevi esse post, para te dar algumas dicas de como iniciar para está que é uma das carreiras mais incríveis no fantástico mundo da web.

 Por onde começar?

 É fato que existem hoje muitas ferramentas que ajudam a desenvolver uma página e seus componentes. Mas ainda sim é necessário começar do zero. Sim Bootstrap é bom! Só que se você quer aprender inicie do zero. Comece lendo um pouco da história de como surgiu a WEB, estude protocolos e linguagens básicas usadas no Fron-end como HTML, CSS e JavaScript.

“A mais eu já sei isso”

 Isso é ótimo significa que pode começar a famosa refatoração. A refatoração é algo que todo desenvolvedor faz sendo ele Front ou Back-end. Isso ajuda a melhorar o código.

Busque novos horizontes

 Mesmo com uma infinidade de tecnologias hoje no mercado, muitos desenvolvedores insistem em ficar no básico. Não fique só no básico procure aprender ferramentas novas. Hoje temos muitos pré-processadores, frameworks e libs boas que nos ajudam no desenvolvimento de nosso projeto. Mantendo um código mais limpo e fácil de dar manutenção. Agora se você se sente bem com o básico, então tudo bem.

 Busque novos horizontes, mas visite sua casa

 Talvez agora você ache estranho não é? Mas se você entendeu aprender coisas novas e voltar usar básico, você está certo! Busque coisas novas, mas sempre revise o básico, pois, sem ele você não consegue se manter por muito tempo no domínio das ferramentas novas. Outra coisa que também vale destacar é: aprenda sim frameworks novas! Mas não deixe que elas te faça refém delas. Muitos desenvolvedores hoje estão começando pelo Bootstrap e isso é muito errado. Antes de aprender usar algo como o famoso Bootstrap, entenda sua base. Aprenda a fazer grids e componentes na unha e depois estude o pré-processador responsável por gerar o CSS da página.

Faça a diferença e entenda o usuário

  Quero antes deixar claro que Front-end não é Designer. Muita gente chega a confundir pelo fato que antes o profissional da área fazia de tudo, mas hoje com a divisão que nos possibilitou trabalhar organizados e cumprir prazos, essa história mudou. Bom voltando ao nosso assunto, mesmo nós não atuando como “designers”, é necessário entender o usuário. Desse entendimento vai questões como experiência e até mesmo questões visuais.

 Quando queremos obter um determinado resultado é necessário pesquisas e muitas pesquisas. As chamadas pesquisas locais são necessárias para poder desenvolver um UX e UI com uma boa harmonia. Muitas vezes pensamos em desenvolver algo elegante cheio de enfeites, mas nosso usuário final não conseguirá entender o que queremos transmitir com aqueles enfeites todos. Agora algo feio também não é fácil de vender! Então faça algo que transmita uma harmonia no UX e UI. Faça um projeto visando o segundo e terceiro usuário (seu cliente e aquele que comprará o produto de seu cliente).

Conclusão

 Ser Front-end não é algo complicado, mas exigirá de você um pequeno estudo e que esteja disposto a fazer coisas novas. Hoje existem várias ferramentas (frameworks, libs e pré-processadores) então procure aprender sim um pouco sobre elas, para que você possa trabalhar ter diferentes soluções para um determinado problema. Outra dica que quero deixar é que você não deixe praticar layouts e também contribuir com a comunidade mesmo que seja com um pouco, pois, praticando e ajudando pessoas você cresce cada vez mais como desenvolvedor. Espero que tenha gostado desse post e até próximo. 

Comentários