Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
foto de
Marcelo Gaspar

Desvendando o BPM (parte 4)

Padrões de modelagem


BPM
Quando modelamos temos várias vantagens em utilizar um padrão de modelagem, pois uti lizamos uma simbologia comum com l inguagem e técnicas que facilitam a comunicação e a compreensão, fornecendo definições comuns e consistentes de processos definidos que facilitam o processos de desenho, análise e medição.

Apesar de utilizado em grande escala o BPMN não se apresenta como unica opção, dependendo o tipo, estrutura, metodologia utilizada e outros fatores existem outros padrões de modelagem.  U tilizamos como base o Guia para o gerenciamento de processos de negócio – Corpo comum de conhecimento - CBOK® (ABPMP) versão 2.0. 2009.
Apresentamos alguns padrões de modelagem:

1 - BPMN – Business Process Modeling Notation

Vem sendo utilizado em grande escala, sendo a notação mais adotada atualmente para a modelagem de processos de negócio. 

BPMN significa Business Process Modeling Notation ou Notação de Modelagem de Processos de Negócio e t rata-se de uma notação do BPM para definir padrões para práticas usadas em modelagem de processos, sendo  mantida pela OMG , uma associação internacional aberta, sem fins lucrativos formada por um consórcio indústria de informática desde 1989 . Para maiores informações acesse o site BPMN.ORG .

2 - EPC – Event-driven Process Chain 

Sendo simples e de fácil compreensão, fornece vários conectores que permitem execução alternativa e paralela de processos. As tarefas são seguidas de resultados para o desenvolvimento de um processo bem detalhado e utilizado para ajudar na transição de processos para automação ou simulação. 

3 - Cadeia de valor 

Utilizada para demonstrar um simples fluxo contínuo da esquerda para a direita dos processos que diretamente contribuem para produzir valor para os clientes da organização. 

4 - UML – Unified Modeling Language 

Conjunto de técnicas de diagramação e notações para descrever requisitos de sistemas de informação. 

5 - IDEF-0 

Conjunto de notação e técnica de modelagem a qual adiciona fluxogramas com raias. Conceito de cliente e natureza de trabalho colaborativo e suporte de sistemas de informação. 

6 - SIPOC – Supplier; Input; Process; Output; Customer 

Modelo de documentação de processo utilizado no Six Sigma, não possuindo padrão ou conjunto de notação determinada. 

7 - VSM - Value Stream Mapping 

Mapeamento do fluxo de informação e de material, técnica utilizada no Lean (manufatura enxuta). E expressa o ambiente físico, fluxo de materiais e produtos em um ambiente de manufatura. 

COMPARTILHE

Marcelo Gaspar
Marcelo Gaspar3 Seguidores 58 Publicações
Seguir

Comentários