Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
foto de
João Balbino

Sucesso não é por acaso!

Estamos no limiar de muitas transformações, onde a cada dia nossas relações são moldadas e dirigidas de acordo com padrões pré-estabelecidos. Nesta metamorfose ambulante, vivemos freneticamente buscando nosso lugar ao sol, nosso espaço no mundo, ou seja, o "sucesso" a qualquer preço.

Sucesso é um substantivo masculino que significa: O que está por vir; consequência positiva; acontecimento favorável; resultado feliz; êxito.

Se analisarmos com atenção, veremos que a palavra "sucesso", refere-se a resultado, consequência e não a objetivos , mas, muitas vezes em meio a nossa rotina, sucumbimos, passamos a utilizar o senso comum e perdemos o "foco" para o que de fato nos importa; nossos objetivos.

Muito me chamou a atenção, uma entrevista do "Silvio Santos", onde ele enfatiza que o sucesso é conquistado diariamente em tudo o que fazemos com amor e paixão e que este, não deve ser o nosso único alvo, mas sim, deve ser entendido como um prêmio em consequência dos objetivos traçados e alcançados. Tornou-se ainda mais interessante esta entrevista, pois, podemos ler nas entrelinhas que Steve Jobs, em uma de suas muitas entrevistas falando sobre sucesso diz o mesmo " Para se ter sucesso, é necessário amar de verdade o que se faz. Caso contrário, levando em conta apenas o lado racional, você simplesmente desiste. É o que acontece com a maioria das pessoas ".

Há muita discussão em torno deste tema "sucesso", mas de fato, não existe uma receita de bolo, um roteiro pronto a ser seguido, nem mesmo consenso a respeito, como vimos, podemos ter sucesso em várias áreas de nossas vidas, certo mesmo é que sucesso é fruto de muito esforço e trabalho.

Existem muitas literaturas, das quais, cito algumas abaixo, que nos apresentam lições presentes em nosso cotidiano e que nos ajudam a entender melhor o que o precisamos aprimorar ou mesmo aprender. São habilidades vitais, quer sejam para o nosso crescimento pessoal ou profissional, mas, que na maioria das vezes não percebemos. Não falo de uma receita de bolo, pois, sucesso depende do ponto de vista de cada um . Podemos ser bem sucedidos na família, na escola, no trabalho, no namoro, na vida financeira, em fim, existem diversas interpretações para este termo e a palavra chave aqui é que "sucesso", não vem por acaso, mas é o resultado, consequência, êxito de esforço e trabalho.

A Arte da Guerra - nos ensina que assim como para um exército, o "Planejamento e Estratégia", são fundamentais para o sucesso de qualquer profissional ou organização, pois, traçamos nossos objetivos e definimos a melhor forma de alcançá-los.

O monge e o executivo - nos mostra que em tudo na vida é fundamental a "humildade", para aprendermos a "servir" e só então sermos "servidos", de forma que nos tornemos um líder ou uma pessoa melhor, pois, quando somos servidos, não ouvimos os outros, somos sempre os donos da razão e não abrimos espaço para novas experiências. Devemos sempre lembrar que o crescimento do ser humano está associado ao aprendizado e troca de experiências, porque vivemos numa constante transformação .

Quem pensa enriquece - nos ensina que precisamos ter "ambição", pois, de nada adiantam objetivos pequenos (medíocres), sonhar com o que está em nossas mãos, pois isto já o temos. Uma das maiores causas de fracasso quer seja pessoal ou profissional, está na falta de ambição, o "comodismo", mais conhecido como a síndrome de Gabriela "eu nasci eu cresci assim". O comodismo nos leva a ter medo, a pensar pequeno, a aceitar em vez de questionar, nos leva a frustração e ao pensamento de incapacidade.

Derrubando Golias - nos ensina a nunca "desistir", ou seja, a sermos "persistentes" em busca de nossos sonhos e objetivos, pois não existe sonho impossível. A impossibilidade está associada à falta de persistência e falta de visão, logo, sonhos impossíveis, são aqueles que não temos.

O príncipe - aqui, temos uma verdadeira aula de política, não a política corrompida, sem escrúpulos, mas, uma política saudável onde a "comunicação" e "transparência" se tornam diferenciais em nossas vidas ou profissão, assim, podemos dizer, que os profissionais comunicativos e que sabem antever as mudanças tem maiores chances de destaque. Podemos associar também a este, que os profissionais mais comunicativos, tendem naturalmente a assumirem um papel de liderança. Tem uma frase de um dos maiores comunicadores brasileiros que diz: "quem não se comunica, se trumbica".


Não significa que esta seja a fórmula para sucesso, pois, como sabemos, nenhum livro, fala de verdades absolutas, o que se procura mostrar é que desenvolvendo ou aprimorando estas habilidades, buscando conhecimento contínuo os profissionais tendem a estar mais preparados para as oportunidades. Lembrem-se o sucesso profissional depende de nós, daquilo que fazemos ou buscamos, pois afinal, somos produto de nossas escolhas.

Veja outros artigos sobre carreira profissional:

COMPARTILHE

João Balbino
João Balbino2 Seguidores 4 Publicações
Seguir

Comentários