Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
foto de
Wellington Moreira

Auto-Estima: Seu Melhor Instrumento de Trabalho

Não adianta possuir várias competências e habilidades profissionais se você não têm o principal, a auto-estima – a capacidade de você confiar em si próprio, de se sentir capaz de poder enfrentar os desafios da sua profissão e da sua vida.

Ter auto-estima é saber expressar de forma adequada para si e para os outros as próprias necessidades e desejos , é ter amor próprio, é ter respeito por si mesmo, é confiar e apresentar seus sentimentos no seu dia-a-dia, sem medo.

Segundo David Cohen, se uma pessoa não tem respeito por si mesma, perde a autoconfiança . Está começando o jogo derrotada e dificilmente vai conseguir realizar suas tarefas a contento.

A falta de auto-estima prejudica o desempenho em qualquer atividade: da escola ao escritório. Os sucessos na vida profissional, a admiração das pessoas e as conquistas amorosas fazem aumentar o respeito por si próprio.

Caso você tenha tendências perfeccionistas, precise se sentir no controle de tudo o que acontece a sua volta, culpa os outros pelos seus problemas, reage rapidamente com raiva, teme correr riscos, tem dificuldade de encarar os outros nos olhos por muito tempo, tem pouca concentração, é negativista, preocupa-se demasiadamente com as críticas e comentários dos outros a seu respeito, evita emitir suas opiniões, gostos, valores e pensamentos... huum... cuidado, provavelmente sua auto-estima está muito baixa . Portanto, trate de elevá-la, porque essas reações, provavelmente, só tem gerado ansiedade, medo, depressão e fobias na sua vida.

Ter auto-estima não é querer passar, a todo o momento, uma imagem de ser uma pessoa “forte”, que nunca demonstra momentos de infelicidade, de “fraqueza”, porque agindo assim você estaria mentindo para si mesmo e quando faz isso, você se sente diminuído e o seu amor próprio também cai drasticamente! Caso esteja agindo assim, pare de evitar que os outros saibam o que sente, assuma seus verdadeiros sentimentos pois só assim conseguirá manter um bom relacionamento interpessoal . Não fique a pensar que suas emoções serão mal entendidas, já parou para pensar que não serão? E se forem, as esclareça... é tão simples, principalmente por tratar-se de algo que diz respeito à você, que é seu verdadeiro tesouro... será que não vale a pena então lutar para provar aos outros que você possui esse tesouro?

As pessoas costumam confundir auto-estima com egoísmo, o que não tem nada a ver ! Uma pessoa com boa auto-estima nunca é egoísta. Ao contrário! Aquele que tem auto-estima, que ama a si próprio, respeita-se e, automaticamente, respeita as outras pessoas e jamais desejará prejudicá-las. O egoísta, em contrapartida, só pensa em si próprio, nunca se importando com ninguém.

Uma pessoa cuja auto-estima é baixa está fadada ao insucesso, à carências e à insatisfação pessoal . Com a auto-estima baixa, o crescimento fica estagnado, a coragem diante da vida diminui, desistimos de arriscar coisas novas e até de sonhar. Por isso, diz-se que a auto-estima é um valor de sobrevivência.

Você é aquilo que acredita ser, portanto, saber se dar valor abre um mundo novo de relacionamentos com pessoas semelhantes, mais respeitosas, confiantes e hábeis. Assim, para começar a trabalhar a confiança em si mesmo primeiramente é importante evitar pessoas com baixa auto-estima que rodeiam sua vida e o intoxicam em vez de alimentá-lo .

Lembre-se sempre que manter as emoções ocultas internamente gera a diminuição da auto-estima. Mesmo que você tenha a vida toda tentado guardar seus sentimentos, esteja certo de que não está destinado a sofrer seus efeitos negativos para o resto de sua vida... a menos que esta seja a sua escolha.

Quem vive com baixa auto-estima quer chamar a atenção para si ou dar a si mesmo uma desculpa para o seu próprio fracasso.

Busque construir o seu amor-próprio e se não consegue isso sozinho, conte com a ajuda profissional adequada.

Seja verdadeiro com você mesmo, pois melhor será o conceito que você terá de si mesmo e maior se tornará a sua auto-estima!!

10 DICAS PARA ELEVAR A AUTO-ESTIMA...

1º) Harmonize seu lar – abra as portas e janelas e comece uma limpeza. Inicie pelo guarda-roupa e armários, tire tudo e só guarde o que está realmente precisando. Roupas e objetos que estão sem uso perdem a função vital e dificultam a localização daquilo que realmente importa, o que na correria do dia-a-dia acaba causando irritação pela demora ao encontrar algo que se procura. O que estiver em desuso, elimine da melhor forma que encontrar (doando, vendendo, etc). Lembre-se, só deve ficar o necessário!! Faça isso em todas as dependências da casa ou escritório.

2º) Coma bem – Respeite os momentos das refeições. Preste atenção no que está fazendo. Não assista TV e nem marque negócios para essa hora. Evite falar sobre problemas. Acalme-se, olhe para o seu prato e lembre-se: o que está ingerindo irá para o interior das suas células e será parte de você, tanto física como mentalmente.

3º) Preste atenção em você – Perceba os seus pensamentos. Ao longo do dia você tem milhares de pensamentos negativos e positivos. Se você tem mais pensamentos negativos, isto demonstra que você é uma pessoa negativa, sua vida vai mal e as pessoas e situações que você atrai também estão na mesma freqüência de negatividade. Você pode mudar isso... você pode mudar a sua vida, mudando a qualidade de seus pensamentos. Enquanto você presta atenção no que está pensando, já tem maior autocontrole sobre como deseja viver, pois vivemos segundo aquilo que pensamos. Procure ler frases com afirmações positivas e biografias de pessoas bem sucedidas. E quando o pensamento negativo lhe assaltar a mente, repita algumas vezes: “este pensamento não tem força sobre mim”. Com o tempo você perceberá que no jardim da vida existem rosas e espinhos e que a felicidade é um presente para quem observa as rosas e a tristeza para quem observa os espinhos.

4º) Tenha objetivos – É importante ter objetivos materiais e espirituais. Busque sempre melhorar a sua condição financeira, planeje comprar bens, faça investimentos, realize viagens e busque tudo que tiver vontade, mas lembre-se: nunca dependa dessas conquistas para viver emocionalmente bem. Elas não garantem isso! O verdadeiro Bem-Estar só é alcançado por meio dos objetivos espirituais. Procure ser uma pessoa mais paciente, bondosa, serena, confiável, amiga, humilde, aberta, sincera e simples e, principalmente, uma pessoa que tenha fé e confiança na vida. Só esses objetivos podem garantir o equilíbrio, a satisfação e a razão de viver.

5º) Faça exercícios – Escolha um exercício que lhe agrade: caminhar, dançar e nadar são os mais recomendáveis. Os exercício físicos estimulam o fluxo de energia vital, gerando além de um melhor condicionamento físico, uma ótima sensação de bem-estar. O mais difícil é tomar a decisão de começar. Mas depois de 21 dias de exercício, ou prática, o cérebro registra como um hábito e tudo fica mais fácil.

6º) Utilize seus talentos – Descubra quais seus dons e talentos e comece a colocá-los em prática. A saúde física e emocional depende muito desses talentos. Pessoas que não utilizam sua criatividade, bloqueiam o seu fluxo energético e adoecem física e emocionalmente. Canalize seus talentos com o propósito de melhorar a vida das pessoas. Este é um excelente caminho para encontrar prazer, equilíbrio e crescimento em sua vida.

7º) Medite, medite e medite – além de terapêutica a meditação é uma das melhores ferramentas para o crescimento pessoal e espiritual. Aprendendo a meditar você descobre a diferença do que é ou não importante para sua vida e com isso você se torna uma pessoa mais segura e objetiva. Como aprender a meditar? Simplesmente dê início à meditação e descobrirá.

8º) Aceite a vida – Pare de reclamar. Volte a mente para o que a vida oferece de bom. Aproveite a sua vida da melhor maneira possível, pois um dia ela acabará. Compreenda o que você tem hoje, ajude ao próximo, seja uma pessoa sincera, alegre e procure trabalhar com amor. Aceite a sua casa e seus bens. Aceite as pessoas como elas são e, principalmente, se aceite como você é, seu corpo, sua personalidade. Mas aceitar não significa se acomodar com os problemas e dificuldades da vida. Devemos buscar a força para mudar o que podemos mudar, e a aceitação para o que não pode ser diferente.

9º) Visite a natureza – Pelo menos uma vez por mês, faça uma visita à mãe natureza. Ela tem o poder de purificar as células e acalmar o espírito.

10º) Converse com Deus – Os gregos espiritualistas evitavam dizer o nome de Deus, pois achavam seu vocabulário muito limitado para expressar a grandeza Dele. Então todas as vezes que tinham que falar sobre Deus usavam a expressão o TODO. Aprenda estar em sintonia com o TODO, que está ao redor e, principalmente, dentro do seu coração. A melhor forma? Fica a seu critério, o importante é desejar que isso aconteça.

Passamos por diversos obstáculos na vida, mas temos de estar sempre preparados para levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima!!

 Wellington Moreira

wellington@caputconsultoria.com.br 

COMPARTILHE

Wellington Moreira
Wellington Moreira13 Seguidores 71 Publicações CEO
Seguir
Palestrante e consultor empresarial em Formação de Lideranças, Desenvolvimento Gerencial e G. Estratégica, professor de pós-graduação. Mestre em Adm. de Empresas, MBA em G. Estratégica de Pessoas, autor dos livros Líder tático e O gerente intermediário.

Comentários