Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
foto de
Fred Santoro

Inove de forma profissional

O objetivo do Cases & Negócios desta semana é fornecer ferramentas práticas para sua empresa. Na semana passada, me formei no curso “Strategy & Innovation” do INSPER (antigo IBMEC) em São Paulo. O curso foi ministrado por grandes profissionais como David Power, professor da Harvard University e consultor em inovação de grandes multinacionais. Segue seu site: www.powerstrategy.com .
Mr. Power mostrou através de vários cases, que qualquer empresa que não inova sai do mercado. Inevitavelmente, sua proposta de valor será substituída por novas tecnologias ou concorrentes mais eficientes. Lembre-se: sua empresa vale o seu potencial de crescimento.
A inovação pode ser muito simples como vender para um novo segmento de mercado (vender Harley Davidson para mulheres,  Acarajé na França, Videogames para idosos), fazer uma nova embalagem (cerveja de litrão), mudar um conceito comercial (vender a quilo no almoço e à la carte no jantar), considerar novos fornecedores (alumínio no lugar de ferro) ou até mesmo comprar concorrentes.

Considerando sua importância para a sobrevivência das empresas, listo abaixo detalhes importantes para incrementar a eficiência do processo de inovação:
-“Defina que problema você quer resolver para seus clientes”. Seu cliente quer escovar os dentes de forma mais rápida? Quer abastecer o carro em casa?
- “Não se apaixone rapidamente por suas próprias ideias”. Escutar sempre é mais importante do que falar.
- “Avalie todas as etapas do processo de compra”. Que aspectos você pode melhorar na experiência de seu cliente, desde o momento que ele percebe que tem a necessidade do produto até o momento que ele o utiliza e compartilha suas impressões sobre o mesmo.
- “Escute seus clientes durante o processo de inovação.” Timing é importante na hora de inovar, mas testar é ainda mais importante, pois evita prejuízos. Sejam distribuidores ou consumidores finais, avalie a reação de seus clientes a novos produtos e serviços em desenvolvimento.
- “Não tenha vergonha de copiar (e melhorar)o que é bom”. Respeitando leis de patente, claro!
- “É melhor criar mercado do que tomar mercado”. E mais barato também, busque nichos!
- “Crie um Protótipo Mínimo Viável para testar”. Ou seja, não gaste fortunas criando um produto muito complicado sem testá-lo. No caso de um novo software, por exemplo, o design de algumas telas pode ser suficiente para o teste.
- “Seja produto ou serviço, facilite ao máximo o uso”. Seja simples, da venda ao manual de uso.
- “Crie novas combinações”. Tente unir dois produtos/serviços diferentes em uma proposta de valor única para os clientes. Ex: uma livraria café ou um celular que toca música.
- “O Departamento de Inovação não pode ser ilhado”. Ele precisa ser formado por profissionais de várias áreas da empresa, que vive o seu dia a dia, que entende seus clientes e fornecedores, habilidades e limitações.
- “Pense como um Designer”. Sem limites para a imaginação, como se tudo fosse possível.
- “ Insista em perguntar: E SE…?”
- “Motive a inovação” O Google dá prêmios para projetos falidos, valorizando o trabalho dos que tentaram até o limite e perceberam que não havia modelo de negócio interessante para sua ideia.
- “Valorize PESSOAS”. Pode parecer clichê, mas é o mais importante de todos os itens!!!
Para te ajudar a aplicar os itens acima na sua empresa, sugiro que baixe estas ferramentas visuais: http://bmgenbrasil.com/estrategistavisual/ebook/ESTRATEGISTAVISUAL.pdf
Bons negócios e Feliz Natal a todos!

COMPARTILHE

Fred Santoro
Fred Santoro2 Seguidores 37 Publicações
Seguir

Comentários