Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
foto de
Fred Santoro

Abuse da positividade


Uma das dicas que escrevi no artigo “ Como ganhar dinheiro fazendo eventos ” do Cases & Negócios em 2013 foi: “Positividade não resolve tudo”. E não resolve mesmo. Mas é fundamental.

Uma pessoa positiva é mais atraente e querida. Com estratégia e equipe motivada, uma marca também pode adquirir estas qualidades. Um case interessante é a nova campanha da Schin: “PORQUE SIM!”.

Primeiramente, porque depois de vários anos, ela deixou de ser “Nova” e a marca quer comunicar sua evolução: “Cliente, eu te conheço há anos, sei o que você gosta. Não precisa mais me chamar de nova. Estou melhor e mais bonita” - a Schin inclusive mudou de rótulo para fortalecer a campanha. O objetivo da marca é se aproximar do público usando um slogan forte, moderno e viral (#pqsim) comunicado por um dos atores mais queridos do Brasil, Selton Mello. Não tenho dúvidas que a Schin acertou em cheio na campanha publicitária.

Entretanto, esta campanha só terá um  resultado eficiente e sustentável se for acompanhada de um treinamento intensivo de positividade e bons costumes para toda a Brasil Kirin (do pessoal da Limpeza ao Conselho de Administração). Isto é muito mais complicado do que criar e veicular uma campanha publicitária, pois exige uma profunda mudança organizacional.

Outro exemplo que faz parte de nossa vida diária é o botão “Curtir”, o famoso "jóinha" do Facebook. Óbvio que um “Não curtir” teria muito sucesso, mas a negatividade gerada traria muitos problemas para seus usuários e consequentemente a rede social como um todo. Um bom exemplo disso é o app Lulu (de avaliação de homens), que não trouxe positividade para nenhum(a) usuário(a) e por isso, já foi deletado e esquecido.

Por outro lado, uma campanha com essência aparentemente negativa pode dar certo sim. Um case interessante é a campanha da Folha de São Paulo “NÃO dá para NÃO ler” que teve muito sucesso. Parece muito bom, porém soa extremamente presunçoso, o que pode ser terrível de acordo com o produto. Na dúvida, melhor não arriscar.

Muita positividade a todos!!

COMPARTILHE

Fred Santoro
Fred Santoro2 Seguidores 37 Publicações
Seguir

Comentários