Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
foto de
Rui Natal

Será que o Brasil volta a funcionar após o Carnaval?

Será que o Brasil volta a funcionar após o Carnaval ?

Pois é, meus amigos...
Pergunta muito difícil de ser respondida, sabem disso ?
Enfim, vamos lá... mas creio que será preciso dividí-la em 3 Partes – ou seriam 3 Atos ?

ATO I
Daqui a pouco, lá pelas 17:00 hs desta quarta-feira de Cinzas 5 de março (e bota cinza nisso) o Brasil deve estar chegando em casa, assim meio torto, esfarrapado, estrupiado, e com aquele gosto de cabo de guarda chuva na boca.
Aí... direto para o chuveiro, um copão de Suco Verde – afinal está na moda – e aquele vôo razante em direção à caminha gostosa. Mas, por favor, que seja nesta sequência, afinal ele não pode ir para a cama antes de um banho daqueles, com direito a escovão e no capricho.
Quando o rapaz acordar (rapaz ? eu hein ...), e provavelmente ainda sem entender direito onde está, e quanto tempo transcorreu desde sua última farra, já deve ser lá pelo dia 11 de junho, véspera do Dia dos Namorados e a poucos dias do início da Copa da FIFA. Oh... a Copa do Mundo !!!
Aí, como já o conheço de outros Carnavais – não, por favor, Carnaval outra vez não !!! – ele vai dar uma embromadazinha para passar o tempo, vai dar um Rolezinho – cuidado que essa história de Rolezinho cheira a borrachada, spray de pimenta e a cacos de vidro ! – e vai se concentrar para a Copa do Mundo. Mas... pera aí, ele não vai jogar !!! Não se meta nisso, deixe o rapaz se concentrar.

ATO II
Hi !!! A Copa da FIFA !!! A Copa do Mundo !!! B R A S I L !!!!!!!!!!!!!  Pow !  Pow !  Pow !!!
Pois é, o chefe já ligou para a casa da mãe dele umas 83 vezes reclamando sua presença, e aquela senhora, a dona Brasília, já nem sabe mais o que dizer, está vermelha de tão sem graça.
Ele acabou descolando (por favor, cuidado, eu não falei desviando...) uns trocados, foi até a 25 de Março e comprou umas vestes, uma bandeira e com o troco deu até para comprar uma corneta daquelas bem barulhentas, estridentes de verdade.
Corneta barulhenta ! Hum ! Bem ao estilo dele. Ele já adora fazer um barulho, fazer um movimento, mas trabalhar mesmo que é bom... NADA !!!
E vamu qui vamu... Pow !  Pow !  Pow !
E tem início lá por meados de julho – período pós Copa – o Ciclo de Discussões Inflamadas, Argumentações e Preleções sobre:
  • os resultados,
  • os melhores lances,
  • as grande jogadas,
  • os gols impossíveis,
  • os frangos dos camisas 1,
  • os erros do juiz maldito,
  • aquela vacilada do bandeirinha,
  • blá, blá, blá...
E tome de “louras geladas e suadas” sobre o balcão.
Dia após dia, ele até que se concentra pensando no trabalho, mas ao passar pelo boteco lá está aquela turma de amigos pouco ocupados e nem um pouco pré “ocupados”, e lá também estão as tentações e que se somam com a sua vontade (imensa ?) quase que nenhuma, um Zero absoluto mesmo, de arregaçar as mangas e de cair no batente.
Mau sinal !!! Mau sinal mesmo !!! Nem quero ver a cara de dona Brasília.

ATO III
E os estridentes carros de som dos candidatos a candidato não estão proporcionando o sossego e o silêncio mínimo necessário – aquilo que alguns chamam de paz – para o repousoi justo e merecido de nosso Guerreiro; sim, para que o Brasil possa seguir dormindo em plena 7 horas da madrugada. Ora, 7 horas da madrugada ?
Hum, entendi... assim estamos indo de mal a pior !
E as rádios só falam nisso (naquilo). E tudo embalado por umas músicas tão ruinzinhas, com refrões piores ainda. Que tristeza ! Que pobreza de espírito !
E tome de papelada voando direto para os boeiros ou bocas de lobo (sempre limpos, todos sabemos... ), os postes – coitados – tendo que amargar a função de um grande cabide onde só se penduram bugigangas. As fotos ? De assustar. As mensagens ? De chorar. As promessas ? Essas então de arrepiar, de dar meia volta e de duvidar; que coisa triste.
E o Brasil agora está em ritmo de eleições. E dona Brasília já não sabe mais, coitada, onde enfiar a cara de tão sem graça com as perguntas do patrão sobre o paradeiro do Brasil. A lista de desculpas já se esgotou. Algumas já estão até requentadas de tantas vezes que precisaram ser usadas. Mas ele sumiu, seu dotô !!!
E o patrão continua esbravejando: nesse 2014 ele só deu as caras por aqui uns 3 dias do mês de janeiro, alegando “férias escolares” e... nunca mais.
E o danado nem tem filho... Que artista !
Assim não é possível ! Ele vai passar o 2014 em branco ?
Pois é, e por falar em eleição, e lançando mão de um trocadilho, podemos dizer que o Brasil vai passar o 2014 em Branco ou Nulo.
Ah garoto ! Que coisa feia ! Isso não se faz ! Olhe para os vizinhos !
Não tem vergonha não ? Que pena !
Abraços.
Rui Natal

Mais artigos do autor:

COMPARTILHE

Rui Natal
Rui Natal2 Seguidores 3 Publicações
Seguir

Comentários