Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
foto de
Eber Santana

Internet nanotecnológica e a extinção de endereços


Internet nanotecnológica e a extinção de endereços
Ridis Pereira Ribeiro [*] , Eber Da Silva Santana [†] [‡]

Resumo
Ao se fazer um breve estudo do passado e presente, o futuro da Internet pode ser algo imensurável. Grande parte das fontes didáticas e técnicas na área de Redes computacionais, nos mostra como se iniciou a Rede das Redes, a Internet, seu momento em passado recente seu presente, mas raramente as tendências para o futuro próximo. Assim como fontes tecnológicas específicas nos mostra a tecnologia eletroeletrônica desde as válvulas eletrônicas do século passado aos sensores sem fio e nanotubos deste século. O estudo de diversos autores, artigos científicos, noticiários e reflexões profundas, nos trazem a uma análise crítica de que não apenas equipamentos, pessoas ou coisas estarão conectados, mas, nos encaminha a percepção de que nanorobôs poderão estar ligados em rede na Internet e que poderão esgotar as centenas de undecilhões de endereços de rede disponíveis.
Palavras chave: Internet. Coisas. Nanotecnologia. Endereços. Nanorobôs. Sensores. RSSF. Crítica.

Introdução
Percebe-se ao se fazer uma reflexão sobre o passado da Internet e das tecnologias um hiato sobre as tendências desta rede.  Observa-se na literatura clássica de redes computacionais grande densidade de conceitos abordados de forma completa e na maioria das vezes complexa sobre protocolos, meios de comunicação, normas e padrões da mesma forma no que tange à tecnologia eletrônica, sensores e nanotecnologia. Estão também em grande crescimento as pesquisas sobre redes de sensores sem fio as RSSF que poderão promover um sem fim de possibilidades de sensoreamento, prevenção e controle. Adicionalmente, o estado da arte e o nível de conhecimento tecnológico sobre  nanotecnologia nos remete ao século passado e traz consigo a inevitável comparação com os estágios iniciais da pesquisa dos dispositivos de estado sólido como os transistores.  Raros têm sido os estudos ou mesmo reflexões sobre as tendências de integração entre a nanotecnologia e a internet.
A nanotecnologia utiliza-se da manipulação de partículas nanométricas. No século passado surgiu este conceito desde que o físico americano Richard Feynman (1918-1988) apresentou seu projeto para uma nova pesquisa. O estudo era baseado na possibilidade de poder organizar os átomos da maneira que desejarmos. Porém essa ideia era muito avançada para época. Estudos recentes mostram o desenvolvimento tecnológico visando a criação de nanosensores, nanotransmissores, nanoatuadores, entre outros e apontam a nanorobótica como um passo para o futuro próximo com a utilização de nanorobôs controlados eletromagneticamente.
O crescimento exponencial do portfólio de serviços oferecidos na rede, chegou-se a extinção dos endereços disponíveis na versão 4. Trazendo a necessidade da implantação urgente do endedreçamento versão 6, com cerca de 340 undecilhões de endereços.
Pretende-se trazer uma reflexão sobre os efeitos do uso integrado da nanotecnologia com a internet e seus possíveis efeitos quando vierem a  utilizar os endereços disponíveis para os dispositivos.
Método
Desenvolveu-se um estudo através da referência bibliográfica impressa disponível bem como a diversos sítios relativamente confiáveis na internet, além de discussões privadas e informais com cientistas da computação, bacharéis em informática, físicos e engenheiros eletricistas. Este estudo mostra uma tendência similar à análise realizada nos primórdios da internet, quando se tinha a certeza de que alguns milhões de endereços poderiam ser suficientes ao uso na rede, pois se vislumbrava uma rede para interligação de computadores o que se mostrou ineficaz graças ao potencial comercial da rede.

Conclusões
Observou-se que a internet é um  meio eficaz de comunicação, aliado ao seu potencial comercial, econômico e financeiro, o que possibilitou o crescimento das comunicações empresariais B2B, a relação com os clientes ficou mais ágil e rentável B2C e notam-se que na atualidade a comunicação através da grande rede se dá também para comandar equipamentos e objetos em uma relação quase direta entre o homem e as coisas H2T e já existem implantações de coisas ligadas a coisas praticamente sem intervenção humana no controle de processos e controle residencial. Aliando-se a este crescimento, tem sido desenvolvido o sensoreamento sem fio visando a prevenção de catástrofes naturais. Na linha de desenvolvimento com a velocidade atual, em breve será uma realidade a comunicação do homem com nanorobôs H2N para atuação biomédica ou agrícola, mas há uma infinidade de aplicações possíveis e prováveis para interconexão entre os nanorobôs, no que poderá ser a era N2N. Neste caso, corre-se o risco da nanopoluição e os 340 undecilhões de endereços disponíveis passarão a ser nada e se extinguirão.
Referências Bibliográficas


TORRES, Gabriel. Redes de Computadores Curso Completo. Rio de Janeiro, Axcel Books, 2001.
TANENBAUM, Andrews. Redes de computadores. Rio de Janeiro Campus, 2003.
SASSER, Susan B. Instalando a sua própria rede. São Paulo, Makron Books, 1996.
SOUSA, Lindeberg Barros de. Redes de Computadores: Dados, Voz e Imagem. São Paulo, Érica, 1999.
MORAES, Alexandre Fernandes de, Cirone, Antônio Carlos. - Redes de Computadores da Ethernet à Internet - São Paulo. Érica, 2003.
CARDOSO, Carlos, Gutierrez, Marcos Antônio – Redes Curso Básico e Rápido. Rio de Janeiro. Axcel Books, 2000.
Links:
http://www.hdtechnology.com.br/
http://www.recitronic.com.br/
http://www.clubedohardware.com.br/
http://www.guiadohardware.net/index.php
http://www.redes.usp.br/
http://www.projetoderedes.com.br/
http://www.brasilescola.com/informatica/nanotecnologia.htm , Nanotecnologia por Eliene Percília, 26/12/2014, 14:35h horário de Brasilia
http://www.usp.br/portalbiossistemas/?p=2434 , 26/12/2014, 14:35h horário de Brasilia
http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/gvexecutivo/article/view/34372/33170 , Eduardo H. Diniz, FGV-EAESPInternet das coisas, 26/12/2014, 14:35h horário de Brasilia
http://www.gta.ufrj.br/grad/12_1/rssf/ 26/12/2014, 1:56h horário de Brasilia





[*] Ridis Pereira Ribeiro,  Licenciado em eletrônica, Especialista lato sensu em Informática e Educação, professor de cursos de graduação, graduação tecnológica e técnicos em Lauro de Freitas, Bahia , na UNIME União Metropolitana de Ensino e Pesquisas.


[‡] Eber Santana, Bacharel em Informática, Especialista em Segurança. professor de cursos de graduação e graduação tecnológica e técnicos em Salvador, Bahia, na Faculdade Dom Pedro II e Mauriciu de Nassau.

COMPARTILHE

Eber Santana
Eber Santana20 Seguidores 2 Publicações Analista de SEO
Seguir

Comentários