Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
Artigo

Melhor formato para livros digitais

foto de
Claudio Gomes Silva Leite

Disponibilizar seu ebook em formato PDF é obrigar o leitor a imprimir o livro para ter melhor conforto na leitura. Vamos usar o ePub.

Muito se tem falado em template responsivo. Todo mundo que pensa em criar um blog tem a obrigação de se preocupar com o conforto do usuário que irá acessar seu domínio por meio de dispositivos móveis.

É o primeiro conselho para qualquer blogueiro: não se esqueça da plataforma mobile. Acho isso ótimo. Estamos evoluindo nessa direção. A cada dia aumenta o número de pessoas que usam a internet, quase que exclusivamente, por meio do celular.

E quanto aos livros digitais? Bem, ao menos aqui no Brasil o modelo mais usado para os chamados ebooks (eletronic book, ou livro eletrônico em português) ainda é o PDF (Portable Document Format, ou Formato de Documento Portátil).

Este formato (PDF), criado pela Adobe System, tem a função de conservar a formatação e a diagramação independentemente de onde o arquivo esteja sendo visualizado. Você pode criar seus arquivo usando o Microsoft Word, no Photoshop, Adobe Indesign ou qualquer outro editor, salvá-lo no formato de documento portátil e visualizá-lo com a mesma formatação em qualquer plataforma.

O problema é que o PDF não é fluido. Não é confortável fazer a leitura em telas pequenas como as de celulares ou ereaders (eletronic reader, ou leitores eletrônicos). Para isso foram criados formatos como o ePub e o Mobi.

Vamos por partes:

O ePub é um formato baseado em xml (seria uma versão melhorada do html) para livros eletrônicos. Imagine que você escreveu um livro e gostaria que ele tivesse, em formato digital, as mesmas funções que um blog responsivo, ou seja, se ajustasse de acordo com a tela em que fosse visualizado. Com o ePub o leitor pode mudar o tipo ou tamanho da fonte, pode marcar trechos que considerar importante, pode configurar a leitura para o seu maior conforto. A maioria dos ereaders já possuem suporte para o formato ePub. Caso você não tenha um aparelho para leitura de livros eletrônicos, pode usar o seu smartphone. Existem diversos aplicativos para abrir ePub em seu celular. Faça uma pesquisa rápida e descubra aquele que mais se adapta às suas necessidades. Sem falar que também é possível abri-lo no PC usando o Adobe Digital Editions.

O Mobi é um formato semelhante ao ePub, mas de propriedade da Amazon. A gigante ainda prefere usar sua própria extensão para livros digitais. As funções e propriedades são praticamente as mesmas do formato anterior. Se você tem um Kindle, provavelmente esse é o formato dos seus livros eletrônicos.

Muitos ereaders já possuem a função de tornar o PDF mais fluido. Para isso, é necessário uma conversão e essa conversão nem sempre resulta num produto muito agradável para o leitor final. O ideal seria disponibilizar seus livros já em formato ePub ou Mobi. Por que será que boa parte dos blogueiros brasileiros ainda se prendem ao formato PDF? Não sei. Talvez seja por conta do seu público alvo que ainda é muito leigo para essa nova tecnologia. Nesse caso, cabe ao próprio blogueiro apresentar esses novos formatos. Mas, a impressão que eu tenho é que o produtor de conteúdo desconhece qualquer extensão de ebooks que não seja o PDF.

Resta a nós, leitores, solicitarmos o conteúdo em formatos mais confortáveis. Se todo mundo cobrar, talvez a mudança ocorra.

Comentários