Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
Artigo

Indicadores de Produtividade – Aprendendo Quando se é Produtivo

foto de
Claudio Gomes Silva Leite CONTEÚDO EM DESTAQUE

Você já analisou quanto tempo se perde quando não se concentra em fazer o que é realmente preciso? Improdutividade significa perder dinheiro, talentos, habilidades e organização, resultando assim num aglomerado de tarefas por serem cumpridas.

Todas essas falhas causam grandes estragos em sua vida! Mas, diante tantas responsabilidades o que fazer para mudar essa terrível realidade?

É comum desejar ser mais produtivo, pois essa ação exerce uma forte influência tanto para a vida pessoal, quanto para a vida profissional. Você é notado por aquilo que faz – e por quando faz (executa); caso consiga manter o equilíbrio, iniciativa e agilidade em cada setor da sua vida – passa a gerir melhor seu próprio roteiro de atividades diárias.

No entanto, nem todas as pessoas conseguem fazer um bom planejamento, isso exige determinadas atitudes, que se exercidas corretamente, darão a condição de elevar e enaltecer competências e o destaque pessoal do indivíduo.

Então já que estou falando sobre produtividade pessoal, por onde começar, quais são os Indicadores de alguém realmente produtivo? Talvez isso pareça um pouco difícil de ser feito, mas é completamente possível.

Venha conhecer a partir de agora quais são os Indicadores De Produtividade!


    Planejamento

Quem se planeja consegue dar norte e sentido a vários planos. O planejamento deve ter começo, meio e fim. Exemplo: o quê? Quando e como?

    Amanhã acordarei cedo.
    Às 5:00 da manhã.
    Colocarei 3 despertadores, um para as 4:00, outro para às 4:15, e ainda outros para 4:30 e 5:00.

Veja que antes de executar a tarefa ou o plano, essa pessoa se planejou, mentalizou ou até mesmo desenhou determinado objetivo – para chegar ao resultado positivo em relação a uma necessidade – que no caso era acordar mais cedo.

Isso também vale para outros sentidos da vida. Seja para sentir-se emocionalmente mais controlado, para diminuir tensões e estresses ou para conseguir ser mais otimista diante as pressões do dia a dia.

Portanto, se você tem um bom planejamento esse é o primeiro Indicador De Produtividade.

    Comprometimento

Também de nada adianta fazer planos, caso você não esteja realmente comprometido com o objetivo. Procrastinação é a oposição da eficiência e qualidade, deixar sempre para o dia seguinte ou mês que vem, apenas reforça o fato de que você não tem conseguido dar conta!

Comprometa-se por inteiro com aquilo que almeja, a procrastinação no exemplo citado acima é o mesmo que ouvir o despertador tocar 1, 2 ou 10 vezes e mesmo assim ainda manter-se na cama, levantando somente as 10:00 da manhã! Comprometimento significa dizer que você consegue cumprir com aquilo que se propôs a fazer, independente das limitações ou dificuldades que surjam. Esse é com certeza o segundo Indicador De Produtividade.

    Prazo

Ou aspecto interessante sobre Indicadores De Produtividade se mostra em relação a prazos. Muitas profissionais sentem dificuldades em cumprir metas em relação a datas de conclusão, são relatórios, tarefas e tantas outras responsabilidades que acabam sendo deixadas para trás ou sendo proteladas, pelo simples fato de não se conseguir permanecer fiel em horários e períodos.

Agindo assim o profissional acaba tornando-se relaxado e não consegue concluir às propostas ao qual deu a palavra. De repente assume o “apelido” de Senhor atrasado, irresponsável ou de tantas outras nomenclaturas. Manter-se dentro dos prazos é essencial para o sucesso do empreendedor.

Para tal é importante saber o que dá para fazer e o que não dá. Não adianta querer resolver tudo, pois também é necessário conhecer suas limitações – pois todos a tem!

Portanto, se você consegue se manter dentro do prazo, fazer entregas antecipadas ou reorganizar-se de modo a não extrapolar datas, você mostra que é organizado e que consegue ser muito produtivo.

    Qualidade

Também não se pode esquecer quanto à qualidade das tarefas, não é somente executar as atividades de maneira acelerada para ganhar em tempo e agilidade. O resultado do seu trabalho precisa ser qualitativo, muito mais do que quantitativo. Pois, de nada adiantará um lote de produtos, se todos estiverem com faltas ou falhas, correto?

Qualidade também se define numa boa produtividade. A mentalidade produtiva pensa além do básico, ela lança uma flecha com intuito de percorrer o melhor caminho até chegar ao alvo, nesse quesito será preciso inspirar-se, conhecer novas metodologias e capacitar-se para conseguir resolver todas as questões sem nunca perder em nada, sendo assim o melhor o possível.

    Motivação

Sem motivação é impossível chegar a lugar algum. Esse pensamento deve fazer parte de sua rotina, sendo uma constante. Sem motivação não é possível crescer, desenvolver-se e inspirar-se.

A motivação é o que eleva seus sentidos para a compreensão de novas formas de trabalho. Motivação é na verdade sinônimo de vigor e felicidade, pois aquele que se sente animado com algo, é estimulado a proceder com foco, concentração e todos os elementos primordiais para o sucesso.

Se você não faz o que ama; certamente não se sentirá impulsionado a manter a produtividade. Nesse sentido, é preciso perguntar a si mesmo: “Eu amo o que faço”? Se sim, com certeza achará diversas formas para agir de modo assertivo e mesmo diante aos desafios conseguirá encontrar as soluções necessárias para sempre VENCER!

Pense bem sobre todos esses Indicadores De Produtividade e avalie consideravelmente e refletir em que sentido você tem falhado e como você pode melhorar, pois ainda que isso pareça um processo que exige empenho, é possível se destacar em qualquer setor da vida, pessoal, emocional, familiar ou profissional, quando você se determina a ser produtivo!

Comentários