Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
Publicação

Renda Extra: 7 Dicas Incríveis Para Aumentar o Seu Orçamento e Obter Mais Dinheiro Todo Mês

foto de
Claudio Gomes Silva Leite CONTEÚDO EM DESTAQUE

Alguma vez você já chegou ao final do mês e pensou assim: “Se eu ganhasse apenas R$500,00 a mais, o meu orçamento estaria perfeito!”

Porque então não começar a ganhar uma “renda extra”, uma atitude essencial caso você deseje aumentar a sua renda mensal. Posso apresentar as seguintes razões que talvez o motivem a fazer esse esforço:

  • Quitar as dívidas mais rápido e sair do sufoco.
  • Conseguir realizar algum sonho de consumo com mais tranquilidade.
  • Aumentar os aportes dos seus investimentos destinados à aposentadoria.

Como todo bom brasileiro, você já deve ter tido a experiência de, em alguma fase da sua vida, ter vendido alguma coisa. É comum ouvir a história de pessoas que conseguiram pagar a faculdade, por exemplo, vendendo trufas ou biscoitos na sala de aula (eu tive um colega que fazia isto).

Enfim, existem muitas opções para você conseguir uma “extensão” salarial: enveredar por uma nova profissão, rentabilizar alguma habilidade aprendida, prestar serviços adicionais, geralmente , fora do expediente normal de trabalho regular.

Nesse artigo, compartilharei com você algumas ideias úteis para incrementar o seu salário no final do mês, independentemente do seu propósito (ou de não ser uma necessidade atual). Você pode até mesmo considerar começar uma outra forma de renda se deseja mudar de atividade no cansativo mercado de trabalho “tradicional”.

Acrescentarei, ainda, alguns princípios que geralmente não vemos por aí quando se discutem ideias geradoras de renda extra.

Princípios Para se Obter Uma Renda Extra

Plano “A” vs Plano “B”

Assim como você é remunerado pelo seu “Plano A”, o dinheiro obtido com o seu “Plano B” deverá ser lícito, seguro (para não virar “perda extra”) e escalável (esse último termo significa que a atividade escolhida não necessitará mais do que algumas horas ao dia).

As novas atividades exigirão um tempo extra, pesquisas e, como todo negócio, talvez algum investimento inicial. Tais fatores variarão conforme o grau de familiaridade que você já possui com a sua nova atividade complementar, ok?

Para ter sucesso, porém, comprometa-se com a sua fonte de lucro extra, na medida das suas possibilidades de tempo e capital. Com determinação – quem sabe – a renda extra poderá se tornar a sua fonte de renda principal!

Uma prática que também recomendo é começar pelo convencional, isto é, realizar atividades que pertençam ao seu “círculo de competência”. Antes de começar, aprenda a “economizar” o seu tempo executando tarefas que você já sabe ou possui experiência. Ficará mais fácil, não concorda?

Adquirindo Renda Extra

Antes de relacionar as ideias que você pode utilizar para ganhar uma renda extra, preste atenção nas dicas que Ricardo Caetano, autor do site “dinheiro na internet”, destaca a seguir:

1 – Trabalhe com lojas virtuais. Se antigamente ganhar dinheiro vendendo produtos era exclusividade de grandes lojas como o Submarino e a Lojas Americanas, hoje, qualquer pessoa é capaz de abrir o seu e-commerce, e trabalhando a partir de casa.

A grande vantagem é o baixo custo.

2 – Desenvolva um produto digital - Se antigamente era preciso de uma editora para publicar um livro, hoje, em minutos, podemos lançar um eBook no mercado! O mesmo acontece com cursos em vídeo aulas, que podem ser criados facilmente com ferramentas muito intuitivas.

3 – Preste consultoria sobre sua área. Qual é a sua área de graduação? Suponhamos que você trabalhe no RH de alguma empresa realizando a seleção de candidatos. Você pode oferecer consultorias para as pessoas que querem um emprego!

 4 – Seja revendedor(a) de cosméticos. Por fim, revender produtos é muito bom, e o mercado de cosméticos mostra-se como um dos mais rentáveis, principalmente para o público feminino. Grandes marcas nacionais trabalham com consultoras, que ganham uma porcentagem sobre a venda de cada produto.

A verdade é que o céu é o limite para a infinidade de oportunidades que qualquer pessoa pode desenvolver para fazer uma renda extra. Aliás, uma sobra a mais no final do mês é uma ótima maneira de realizar um sonho de consumo ou para ajudar a fechar o “balanço” do mês no azul.

Sem delongas listei abaixo algumas dicas que irão ajudá-lo bastante (se colocadas em ação) a incrementar os seus rendimentos totais. Continue lendo e descubra facilmente 7 excelentes ideias para aumentar o seu orçamento todo mês!

Dica #1: Faça Renda Extra com Artesanato

Se você possui uma habilidade para criar produtos manuais, por que não vender a sua “arte” para seus familiares, amigos e vizinhos? Qualquer pessoa sabe da enorme variedade de peças e estilos que podem ser comercializados via artesanato:

  • artesanato com papel;
  • artesanato com reciclagem;
  • biscuit;
  • crochê;
  • decoupagem;
  • artesanato com fuxico;
  • artesanato em MDF;
  • patchword;
  •  velas artesanais.

Onde vender?

Pela internet e no mundo offline, através de lojas do ramo interessadas em vender os objetos por consignação.

Dica #2: Tenha Renda Extra Vendendo Doces

Fazer docinhos, brigadeiro, beijinho, Brownie…pode ser a ideia perfeita para quem possui dotes culinários. Como no artesanato, os amigos, vizinhos e colegas de trabalho deverão ser os primeiros clientes a comprarem suas guloseimas.

Num segundo momento, o negócio pode deslanchar se você tiver capacidade gerencial e logística para atender encomendas maiores de doces para festas e eventos que demandem esses quitutes.

Com esforço e criatividade, é mais uma forma de obter grana extra na certa!

Dica #3: Ganhe Renda Extra com Infoprodutos

Escolha um infoproduto (ebooks, audiobooks, cursos, softwares, planilhas, podcasts, sites de membros etc), coloque-o a venda em um site para divulgar o seu produto digital e receba as comissões.
É óbvio não cabe neste artigo uma análise mais aprofundada sobre produtos digitais. Atualmente, existe uma indústria gigantesca baseada apenas na venda deles, o que envolve, ainda, uma gama de conhecimentos que precisam ser aprendidos.

Caso você não queira ter o trabalho de criar um infoproduto, uma excelente alternativa é entrar no marketing de afiliados. Nele ramo, o “afiliado” fará a publicidade do produto/serviço adquirido de um “produtor”, recebendo em troca uma comissão.

De qualquer forma, é muito mais simples e barato do que vender produtos físicos, devido à burocracia, restrições de estoque e à escalabilidade do negócio.

Dica #4: Renda Extra com Vendas por Catálogo

Muitos produtos podem ser revendidos mediante o uso de catálogos. No ramo de cosméticos, duas das empresas mais conhecidas do público são as marcas Avon e Natura, com lucros milionários através de suas “consultoras”.

Saiba que vender produtos por catálogo não se restringe apenas a cosméticos, podendo-se citar: venda de bijuterias, joias e acessórios (óculos, cintos, películas etc).

Sobre a revenda de produtos, tenha o cuidado, porém, de:

(i) escolher bem o tipo de produto que venderá (pense em termos de facilidade de venda e retorno) e;
(ii) de pesquisar de ele se encaixa em seu perfil empreendedor (venda algo que, de alguma forma, você usa ou acredita em seus benefícios).

Dica #5: Faça Renda Extra Dando Aulas Particulares

Se você domina algum assunto (alguma área do conhecimento ou idioma), vendo o seu tempo e conhecimento como professor ou especialista em sua competência.

Num passo seguinte, promova as suas aulas anunciando em jornais e revistas locais, panfletos, cartazes ou pela forma mais barata e infalível: o boca-a-boca. Por se tratar de aulas personalizadas, o seu investimento inicial é irrisório, pois você não precisará investir em infraestrutura.

Esse tipo de atividade pode ser realizada não apenas nas horas livres (cobrando-se por hora aula), mas também por meio de eventos assíncronos, ou seja, aulas gravadas. É um detalhe que passa despercebido por muitos professores e que você pode explorar.

Dica #6: Ganhe Dinheiro Extra com uma Microfranquia de Sucesso

O mercado de microfranquias é mais benéfico do que uma investida em negócios independentes, embora não seja, como muitos propagandeiam, um passe livre para o sucesso.

Entretanto, tendo em conta que você adquire no “pacote” o know-how operacional, uma rede de negócios e o apoio de um franqueador por trás, há uma grande tendência de se obter sucesso em seu “micro” negócio.

Logo, para quem não deseja investir muito dinheiro logo de cara, as microfranquias são uma alternativa das mais viáveis (e baratas) disponíveis no mercado. 

Dica #7: Faça Algo que Ame Fazer e Cobre Pela sua Expertise – Seja um Freelancer)

Talvez em nenhum época da humanidade ficou tão fácil alguém prestar algum tipo de serviço e oferecê-lo pela Internet por meio do seu próprio site, e-mail, skype, twitter ou Facebook.

Tornar-se um freelancer, porém, exige novos competências a serem lapidadas, como administrar clientes, efetuar cobranças e alcançar uma produtividade razoável (lembre-se do fator tempo nesse nicho).

Seguem 5 sugestões para você ter uma ideia de como é possível transformar suas habilidades em dinheiro:

  • redação profissional; 
  • criação de sites e blogs;
  • administração de fanpages do facebook;
  • criação de imagens, panfletos e banners;
  • fotografia;

Portanto, se você é bom em alguma coisa, basta organizar-se e prestar o seu serviço de forma paralela ao seu trabalho, ou como futura fonte de renda principal, conforme os seus objetivos forem traçados. O seu serviço poderá ser ofertado em muitos sites sérios que fazem a ponte entre o freelancer e os clientes.

Bom, espero que as sugestões acima colaborem para você chegar mais rápido ao patamar de vida desejado, aumentando os seus rendimentos gradativamente ao longo de sua carreira por meio da boa e velha grana extra.

E você: tem o hábito de cultivar uma renda extra? Eu gostaria muito de ouvir as suas experiências! Deixe o seu comentário abaixo.

Continue estudando empreendedorismo:

Comentários