Publicação

ENTENDA O QUE É GESTÃO DE PESSOAS

Organizações são formadas por pessoas! Esse discurso é clássico (senso comum). E de fato é isso mesmo, apesar de algumas se destacarem por sua tecnologia ou estrutura física.

A Gestão de Pessoas ocorre através da participação, capacitação, envolvimento e desenvolvimento de funcionários de uma empresa, e a área tem a função de humanizar as empresas. Muitas vezes, a gestão de pessoas é confundida com o setor de Recursos Humanos, porém RH é a técnica e os mecanismos que o profissional utiliza e gestão de pessoas tem como objetivo a valorização dos profissionais. Em uma empresa, a gestão de pessoas deve ser feita pelos gestores e diretores, porque é uma área que requer capacidade de liderança. Se as tirarmos, a organização torna-se apenas um grande salão, um amontoado de móveis ou de máquinas.

As pessoas devem ser a prioridade de qualquer organização? Sim, porém isso ainda acontece de modo tímido. Uma gestão voltada para o indivíduo pode soar até como um insulto aos ouvidos de diretores e líderes em geral. A verdade é chocante! Mas é o que tem acontecido em diferentes organizações, independente do seu porte.

Algumas organizações voltam suas estratégias para melhoria nos processos, nas rotinas operacionais e estrutura física, deixando os investimentos nas pessoas para um dos últimos lugares. Isso quando não cortam totalmente esse investimento por ser encarado como custo, sem um retorno “mensurável”.

Mas, afinal, o que é Gestão de Pessoas? De maneira bem simples eu diria que é administrar estrategicamente a organização observando o princípio que as pessoas possuem necessidades específicas que vão interferir no todo. É cuidar de ações desde a admissão até o desligamento do colaborador. É capacitar líderes para que além de técnicos, sejam gestores de suas equipes. É atender ao colaborador como cliente interno, para que este possa atender bem ao cliente externo.

Nesse conjunto de ações, a Gestão de Pessoas pode contribuir com o Recrutamento e Seleção de candidato com o perfil adequado para a vaga. Estabelecimento de um processo deIntegração dessa pessoa na cultura e rotina da organização, transmitindo missão e valores ao recém-chegado. Levantando e aplicando Treinamento e Desenvolvimento, tanto em aspectos comportamentais quanto técnicos. Elaborando Plano de Cargos e Salários para retenção dessa mão-de-obra qualificada, bem como um pacote de Benefícios que atenda ao colaborador e incentive-o a permanecer motivado. Fornecendo Assistência Social em questões sócio-familiares que afetam o desempenho e a conduta do colaborador.

Em organizações menores, com estrutura enxuta, temos visto que a Gestão de Pessoas também tem se envolvido e conduzido questões ligadas à Segurança no Trabalho,Responsabilidade Social e Comunicação Interna.

E por fim, a Gestão de Pessoas dará a atenção necessária no Desligamento do colaborador, fazendo desse um processo transparente e sem traumas. Evitando reclamatórias trabalhistas e auxiliando-o em uma recolocação no mercado de trabalho.

Servir de apoio às demais áreas da organização nos processos de Seleção, Treinamento, Remuneração, Assistência Social e Desligamento, de forma alinhada às demais estratégias da organização, gerando indicadores satisfatórios - este é o papel da Gestão de Pessoas.

Juntos percorreremos cada etapa desse processo, entendendo os benefícios e as dificuldades de implantar cada uma dessas ações. Perceberemos que, independente do tamanho da organização, práticas que valorizem e reconheçam as pessoas podem ser desenvolvidas, melhorando o clima organizacional, retendo os melhores talentos e formando equipes de alto desempenho.

Conheça melhor cada ação e avaliar o que pode deixar de ser mito e se transformar em realidade em sua organização, utilizando estratégias e ações que têm como foco o ser humano e o seu potencial, tornando a sua organização cada vez melhor.

Pessoas melhores compõem as melhores organizações!

Por Fernando Marcos


Comentários