Publicação

Como aumentar as vendas on-line?

foto de
Joel Souza CONTEÚDO EM DESTAQUE

Como aumentar as vendas com o efeito chamariz?

Já ouviu falar do Efeito Chamariz? É quando você oferece três opções de compra do mesmo produto, porém adicionando um custo-benefício irresistível para o cliente, convencendo-o de que o pacote mais caro é o mais vantajoso.

Por exemplo: uma perfumaria está lançando uma nova linha com perfume, desodorante, sabonete líquido e hidratante corporal.

É claro que o interesse da loja é vender a linha completa aos clientes, portanto ela precisa tornar o kit completo mais interessante. Para isso, é preciso convencer o cliente de que investindo apenas um pouco mais, ele levará para casa muito mais vantagens!

Kit 1 – Perfume: R$ 119,99

Kit 2 – Perfume + Sabonete líquido: R$ R$ R$ 149,99

Kit 3 – Completo: Perfume + Sabonete líquido + Hidratante corporal + Desodorante: R$ 199,99.

O primeiro kit tem o valor original do perfume, o segundo kit soma o valor original dos produtos; já o terceiro kit tem o valor relativamente próximo ao da segunda opção, porém vem completo e dá apenas um pequeno desconto num quarto item.

Veja como o Kit 3 parece muito mais interessante e vantajoso!

Ordem dos preços

Pesquisas apontam que quando a ordem dos preços está do mais barato para o mais caro, as opções com maior valor parecem ainda mais caras do que quando a ordem está do mais caro para o mais barato.

Isso acontece porque, ao visualizar o mais caro primeiro, e depois acompanhar os preços diminuindo após esse primeiro impacto, deixa o cliente mais confiante para conhecer outros itens da loja e ver vantagem em adquirir aqueles com preço na média (nem o mais caro, nem o mais barato).

Nesse caso, também acrescentamos a dica 1: tornar o preço dos produtos medianos mais distante dos mais caros do que dos mais baratos. Por exemplo:

Camiseta 1 – R$ 60,90

Camiseta 2 – R$ 40,90

Camiseta 3 – R$ 30,90

Quem não toparia investir um pouquinho a mais por uma estampa mais bacana?

99 centavos

Você sabe porque comércios usam tanto os famosos 99 e 90 centavos nos preços? É um dos truques mais conhecidos, e também dos que funcionam melhor.

Os consumidores veem assim: um produto que custa R$ 30,00 está na casa dos 30, já se esse produto custar R$ 29,90, ele ainda está na casa dos 20. É um impacto visual que faz com que o cliente enxergue o preço menor do que ele realmente é.

Ponto! Você ganhou alguns minutos a mais para fazê-lo considerar a compra.

Mas cuidado, pois estudos dizem que, apesar de produtos terminados em 9 venderem mais, se adicionada uma etiqueta de promoção, o efeito é o contrário.

É indicado também usar o 9 apenas em produtos específicos e selecionados da loja.

Produtos combinados

Outro truque infalível é aprender a olhar para os produtos com contexto, ou seja, organizá-los na loja (ou no site) de forma intuitiva, colocando próximos produtos que combinam ou se complementam.

Sais de banho próximo aos shampoos e sabonetes líquidos. Vinhos próximos dos queijos. Meias próximas dos sapatos. Produtos de limpeza facial próximos de maquiagens.

A psicologia aqui está em provocar o desejo de consumir um produto que ele nem tinha em mente antes. Ele só foi comprar um vinho, mas o queijo estava ali, com uma aparência tão gostosa e eles combinam então, por que não?

Organize sua loja online com categorias que façam sentido entre si.

Limitado

Já foi a uma festa, chegou lá e encontrou outra pessoa com a mesma roupa que você?

Pessoas adoram exclusividade! Adoram a sensação de que possuem algo que pouquíssimas outras pessoas possuem, por isso investir em alguns itens produzidos em pouca quantidade pode ser uma estratégia de venda inteligente.

Além de tudo, o truque também é ótimo para reduzir o tempo que um cliente leva para decidir comprar ou não.

Comprando uma passagem de avião, você já deve ter notado aviso do tipo “Faltam apenas 2 cadeiras!”, ou reservando um hotel online “Esse quarto está sendo muito acessado, reserve antes que acabe!”

Se antes o cliente estava apenas pesquisando, mas ia pensar antes, agora ele tem que agir rápido se não quiser perder uma ótima oportunidade de custo benefício.

A estratégia número 1 usada por e-commerces para aumentar suas vendas é:

Disponibilizar seus produtos em sites comparadores de preço.

Tais sites geram leads que convertem, na média, de duas a três vezes mais do que os leads vindos de campanhas em redes sociais, ou Google ads, ou outros formatos de tráfego, inclusive orgânico, escreva artigos e matérias sobre seu negócio, sobre sua loja virtual.

Isso porque o usuário que busca informações em sites comparadores possuem três características:

Alta intenção de compra. Os usuários pesquisam em comparadores durante ou após já terem escolhido o produto. São consumidores que já avaliaram sua necessidade, e sabem que precisam do produto, e estão buscando as opções, e avaliando preços.

Iminência de compra. Usuários comparam preços logo antes de realizar a compra. Em geral, são consumidores que comprarão em algum site, em breve.

Capacidade de compra. Após passar por um comparador, e clicar para fechar o pedido em seu site, o usuário já verificou as opções disponíveis, e já verificou os preços, portanto acaba clicando na maioria das vezes somente nos produtos que de fato estão a seu alcance financeiro.

Usar uma boa estratégia de preços e um posicionamento junto a comparadores é uma estratégia de crescimento usada por muitos e-commerces que se tornaram referência no Brasil nos últimos anos!

Qual comparador é melhor pro seu e-commerce?

Depende do seu nicho! Os maiores comparadores no Brasil hoje são Buscapé, Zoom, Zaargo e Jacotei. Dependendo do produto, Google Shopping e UOL Shopping que mostram os resultados de seu produto dentro da navegação pelos portais, podem ser uma boa também.

Aplicativos e sites para anunciar

Use sites e aplicativos de venda, conhecidos como classificados online, brecho online e bazar online: Zaargo, oxl, enjoei e outros do segmento. Não importa onde anunciará, o que importa é anunciar.

Há ainda comparadores especializados em alguns nichos.

A vantagem dos comparadores de nicho é que eles agregam e-commerces específicos daquele tipo de produto, e por tabela, são usados por consumidores que também procuram estes produtos específicos, gerando leads com taxas ainda mais altas de conversão em seu site.

Depois de descobrir o que deseja vender e criar uma loja online ( Crie uma loja), já completou metade da jornada no seu caminho para o sucesso! No entanto, a metade difícil está à sua frente. A próxima pergunta que vem à cabeça é Como crescer com um orçamento de marketing pequeno? E a resposta para isso é Marketing Digital. Os principais objetivos agora são tornar a sua loja visível, obter tráfego e eventualmente obter conversões.

O Marketing Digital refere-se a Marketing através de todos os canais digitais, como email, redes sociais, marketing de conteúdo, redes móveis e mecanismos de pesquisa. Não precisa de ser um especialista em marketing para ser bem sucedido com Marketing Digital, o que precisa é de estar bem informado! Sobre o seu público-alvo e o seu produto, pode ser estratégico ao selecionar quais as ferramentas a usar e quais priorizar. Neste guia, aprenderá sobre todos os meios digitais populares que pode usar para comercializar o seu negócio sem ter que gastar uma fortuna!

Marketing de Conteúdo

Motores de Busca

Search Engine Optimization

Conversion Rate Optimization

Media social

Youtube

Outras Plataformas importantes

Marketing de Influenciador

Marketing de Email

Backlinks e Inbound Marketing

Afiliados

Marketing em dispositivos móveis

Pensando um processo de vendas online como um funil, onde no topo temos pessoas chegando e ao final saem clientes, existem 2 grupos de ações principais:

Trazer mais visitantes ou encher mais a boca do funil. Isso pode ser feito usando estratégias de SEO, SEM, Native Ads, comarketing, etc. Teve 1000 visitas mês passado? Traga 2000 este mês e dobre suas vendas ;)

Alargar o fundo do funil (ou outras etapas dentro dele), através de um processo de otimização de conversões, ou CRO. Testes A/B, multivariados entram aqui. Das 1000 pessoas, 50 compraram? Faça 55 comprarem desta vez!

Comentários