Publicação

Quais são os requisitos de um designer gráfico

foto de
Tatiane Rosa CONTEÚDO EM DESTAQUE


O perfil de um profissional designer gráfico deve abranger algumas funções do design. Elas estão relacionadas à criatividade, curiosidade, afinidade com a tecnologia,  além de habilidades de relacionamento interpessoal.


Veja alguns deles abaixo:

1. Comunicação

O trabalho de um designer é comunicar a história, a marca e transmitir ideias sentimentos e experiências, além disso você também precisará de boas habilidades de comunicação para apresentar, encantar e negociar seu projeto, seu cliente.

2. Curiosidade

Você precisará ficar atento sobre as tendências,e explorar ao máximo, no mundo do design se não gosta de arte ou de curiosidade ao seu redor, não faz muito sentido a profissão. Os designers adoram olhar além da superfície das coisas, explorar os mínimos detalhes e o panorama geral.

3. Paixão e pulsão

Você não acaba em uma indústria criativa, a menos que faça o que ama. Mas mesmo com paixão e talento, o design é um trabalho de amor. O trabalho inevitavelmente envolve horas ímpares, edições longas, resumos bizarros e cargas de trabalho complicadas. Você tem que usar essa paixão para continuar quando estiver exausto, por que sabe que isso pode melhorar. Você aprende a equilibrar projetos e dominar o gerenciamento de tempo, mas deve ter conduzido desde o início.

4. Mente aberta

No design gráfico, você precisa ter a mente aberta, disposta a experimentar coisas novas e a vontade de receber conselhos de fontes inesperadas. Os grandes designers geralmente compartilham suas próprias peças em seus portfólios de modelos gratuitos, também é uma forma estratégica de expor seu trabalho. E ser mais reconhecido.

5. Compreender e receber críticas

Possivelmente a coisa mais difícil para qualquer designer, mas todo mundo tem que lidar é com críticas. Como designer, você deve ser bom em orientar-se para melhorar seu trabalho e desenvolver a comunicação. É um processo em evolução e geralmente produz resultados positivos no final.

6. Solução de problemas

Essa poderia ser a primeira opção da lista, além do aspecto estético do design, também é bom aproveitar o lado da solução de problemas. Como bom profissional designer, você precisa pensar de forma logística e crítica para fazer as coisas funcionarem. A criatividade é necessária não apenas para produzir algo brilhante, mas também para descobrir como as peças se encaixam e transformam ideias em um branding de sucesso.

7. Dúvida 

Um pouco de dúvida é sempre muito bom no design. É preciso entender que nem sempre se sabe tudo! A dúvida garante que você esteja constantemente avaliando suas decisões e se esforçando para fazer melhor, e dessa forma evoluir como profissional. É saudável questionar e desafiar a si mesmo!

8. Paciência

O trabalho de design muitas —muitas vezes é demorado, as respostas nem sempre são rápidas. É preciso paciência para que uma ideia se desenvolva, trabalhe na comunicação e experimente alternativas criativas antes de chegar ao resultado final. Você tem que ir devagar, e de acordo com o fluxo!

9. Confiabilidade

Clientes não querem apenas talento. Eles querem conhecer alguém com quem possam confiar. É importante ser confiável, gerenciar as necessidades do cliente, desenvolver consistência e provar a confiabilidade. É um caminho certo para um relacionamento de trabalho a longo prazo e fidelidade. Lembre-se sempre antes de conquistar mais, e mais , conquiste e fidelize seus antigos clientes.

10. Evolução

O caminho para continuar crescendo, é sempre manter a curiosidade, manter-se inspirado. Experimente novas tecnologias, compartilhe ideias com a comunidade criativa mais ampla e nunca pare de aprender. O design gráfico é um vasto campo e sempre tem alguma novidade.

Para receber mais informações, dicas, tendências - acesse nosso site MD Marketing Design


  • Se você deseja começar nessa área - recomendo que conheça o  DG ESSENTIAL - Treinamento Completo para Designers Iniciantes.

Comentários