Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
Publicação

Liberar acesso às redes sociais para os funcionários?

foto de
Thiago Santos CONTEÚDO EM DESTAQUE

O assunto geralmente é bem definido nas empresa e felizmente infelizmente na maioria, a decisão é BLOQUEIA TUDO!!

Os que defendem o bloqueio total das redes sociais argumentam que isso gera muita "enrolação" e perda de tempo nas tarefas do dia-a-dia, já os que defendem a liberação dizem exatamente o contrário.

Particularmente com experiência em algumas empresas (não muitas) e experiências trocadas com colegas da área de TI, tenho a seguinte opinião:

Libere as redes sociais para os funcionários e crie um ambiente onde eles se sintam à vontade para usá-las e fazer o seu trabalho. Ninguém, entenda, absolutamente ninguém fica ocupado trabalhando desde que chega na empresa até sair sem nenhum intervalo que seja de 2 minutos. É impossível, acredite. E nesse intervalo, você poderia, de uma forma implícita, motivar seu funcionário, deixando-o mais relaxado com um simples acesso às redes por 2 minutinhos.

Uma pessoa é contratada para fazer o serviço X, se ela cumpre o trabalho dela, utilizando ou não redes sociais dentro da empresa, qual é o problema do uso?

"Ah, mas tem muita gente que não faz nada e fica enrolando...", é o que ouço mais por aí. Ok, concordo, mas ela fará isso com ou sem o acesso, pois provavelmente ela está desmotivada, de saco cheio da empresa e/ou está trabalhando forçada há bastante tempo e qualquer gota d'água será motivo para ela abandoná-lo sem pestanejar. Continua compensando o bloqueio?

"As informações podem vazar pelas redes sociais...". Sim, podem, mas elas podem vazar por 1 milhão de formas. Uma foto da tela com o celular pode, um print e um envio por e-mail, uma cópia por pendrive, um Upload para o Dropbox e muitas outras formas podem vazar informações, não somente pelas redes sociais.

Não quer "escancarar" e dar liberdade dessa forma? Tente abrir uma exceção de sexta-feira, por exemplo. Depois do almoço... Veja como as pessoas se comportam e tire sua conclusão.

Como é um assunto muito particular, sei que muitos não concordam com minha opinião, mas eu posso afirmar que funciona, pois trabalho em uma empresa que isso acontece e nunca gerou transtorno algum.


Comentários