Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
foto de
Marcelo Gaspar

Desvendando o BPM parte 19


Desvendando o BPM parte 19 -

Transformação de processos(continuação)


BPM

Amigos leitores do Portal GSTI, terminamos o artigo anterior Desvendando o BPM parte 18 dando algumas dicas para termos sucesso em uma implantação , neste artigo vamos falar da c onstrução da implementação, da instalação e da necessidade do treinamento , vale ressaltar que estamos nos baseando no  guia para o gerenciamento de processos de negócio – Corpo comum de conhecimento - CBOK® (ABPMP) versão 2.0. 2009 .

Construção da implementação
  • Depois da preparação das atividades agendadas e ter assegurado os recursos requeridos, a construção poderá incluir tanto atividades orientadas externamente, como a solicitação de propostas ou pedidos de cotação as quais devem possuir critérios de avaliação, como também atividades internas.
  • Vale ressaltar que os recursos de TI podem necessitar aquisição, atualização e configuração. Certamente os componentes de processos que são bem definidos e estruturados podem ser executados de maneira mais eficiente por meios automatizados.
  • Conforme a complexidade das alterações em TI podemos ter a necessidade de um melhor acompanhamento de um membro da equipe e/ou a necessidade de revisão e/ou a terceirização da atividade.
  • O tempo é um fator essencial, então essa etapa deve ser acompanhada de perto.
  • A necessidade de criação e/ou modificação de Regras de Negócio deverá incluir especificações dos processos de negócio relacionados à atividade, eventos de acionamento, conteúdo das regras, critérios de decisão, alternativas de saída, fontes da regra, referência a quaisquer requisitos corporativos, legais ou regulatórios.
  • Devemos ter em mente que a modificação na governança e políticas de BPM são entradas em um sistema de gerenciamento de conteúdo manual ou automatizado para avaliar o desempenho de BPM na corporação.
Instalação
  • Podemos utilizar de uma instalação BIG BANG, onde fazemos toda de uma só vez, ou podemos optar por uma instalação faseada para a instalação de tarefas de processos de negócio novas ou revisadas, atividades BPM, mudanças no repositório de processos de negócio e/ou regras de negócio relacionadas.
  • Ao optarmos por automatizar tarefas manuais de BPM existentes, é aconselhável que tanto componentes manuais como automatizados sejam executados em paralelo por um período de tempo específico com o intuito de se avaliar a consistência dos resultados.
Treinamento
  • Deve existir um planejamento do conteúdo do programa de treinamento e seus recursos.
  • Com o intuito de facilitar esse processo, é aconselhável que o instrutor sênior seja membro da equipe de liderança da implementação do processo de negócio, dando assim maior segurança e credibilidade.
Espero sinceramente que o conteúdo tenha sido útil!

ATENÇÃO!! Não vá embora ainda! Nós temos um pedido importante: compartilhe esta publicação!! Use os botões de redes sociais disponíveis logo abaixo. Ajude a divulgar o nosso trabalho! Caso deseje acompanhar nossas publicações nos siga no Facebook , Linkedin ou por Email . O Portal GSTI agradece sua visita!

COMPARTILHE

Marcelo Gaspar
Marcelo Gaspar3 Seguidores 58 Publicações
Seguir

Comentários