Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
foto de
Fred Santoro

Facebank: welcome!

O Facebook quer se tornar o banco central da internet



por Fred Santoro

O jornal Financial Times confirmou esta semana algo que já discuto há anos:

Cartão de crédito com logo do Facebook metaforizando transações financeiras na rede social
Transferência de Dinheiro Via Facebook

usuários do Facebook poderão transferir dinheiro e pagar contas através da rede social - assim como fazem no Pay Pal.

Conheço um pouco sobre o tema pois trabalho numa empresa de tecnologia de pagamento www.ntk.com.br , portanto imagino que o serviço funcionará com um saldo pré-pago que poderá ser recarregado com cartões de crédito e depósitos em alguns países. Hoje o Facebook já movimenta 5 bilhões de reais quase que exclusivamente gastos nos famigerados jogos sociais da Zynga .

O usuário poderá realizar pagamentos internacionais de maneira mais fácil e provavelmente mais barata já que o Facebook não tem agência física , quer virar o Banco Central da Internet e tem dinheiro pra bancar uma estratégia muito agressiva.

Lembrem que o cadastro do Facebook já serve como "RG" para acessar muitos outros portais então isto não é nenhuma utopia; nenhum banco real tem o poder que o Facebook tem para dominar este mercado.

Obviamente, estes serviços financeiros funcionarão na versão mobile do Facebook também , portanto pagar compras em pontos de venda que tenham Fan Page cadastrada no " Facebank " será tão fácil quanto compartilhar um post. Da mesma forma, devolver dinheiro a um amigo tomará o mesmo tempo de enviar o arquivo de uma foto .Tenho certeza que até o valor de doações para ONGs crescerá muito mundialmente graças ao poder viral da rede.  Acredito muito mais neste formato do que nos bitcoins que só fazem sentido para quem inventou e considero o golpe "avestruz" do século XXI.

O Facebook precisa urgentemente de novas fontes de receitas, pois atrair anunciantes através da redução da taxa de conversão view/post está causando a migração de pequenos negócios e marcas para outras mídias digitais como Instagram, Twitter, Youtube e Google. Além disso, os adolescentes estão fugindo de seus pais nas redes sociais e por isso usam cada vez mais novidades como Snapchat e Whatsapp . Não é à toa que o Facebook está pagando fortunas por novas redes sociais, eles querem (e precisam) crescer em diferentes nichos e países.

Implementar um sistema de pagamento rápido e barato em troca de um valor por transação poderá não somente criar novas Receitas sem canibalizar outras, mas também atrair e manter novos usuários.

Tenho certeza que será um enorme sucesso.

Welcome, Facebank!

Good Luck!

Outros artigos sobre redes sociais:

COMPARTILHE

Fred Santoro
Fred Santoro2 Seguidores 37 Publicações
Seguir

Comentários