Portal GSTI
Portal GSTI

PublicarCadastre-seLogin
Menu
foto de
Marcelo Gaspar

Desvendando o BPM parte 22

Desvendando o BPM parte 22 - abordagem final da transformação de processos


BPM

Amigos do Portal GSTI, nesta oportunidade finalizaremos nossa abordagem sobre a transformação de processos, não podemos deixar de lembrar que estamos nos baseando no  guia para o gerenciamento de processos de negócio – Corpo comum de conhecimento - CBOK® ( ABPMP ) versão 2.0. 2009.

Avaliação

  • Em conjunto com a avaliação de desempenho do processo de negócio é uma boa prática a análise da avaliação do desempenho financeiro e operacional durante a fase de implementação de processo de negócio.

Controle de qualidade
  • Testes funcionais de fluxo de trabalho para cada tarefa do processo, nova ou revisada, sendo ela automatizada ou manual, fazendo uma avaliação independentemente com o intuito de verificar se s uas saídas satisfazem os requisitos e se o tempo de ciclo esperado é alcançado.
  • Testes de integração que avaliam a interoperabilidade entre componentes de processos inter funcionais relacionados ao BPM.
  • Testes de stress que são executados para avaliar a habilidade de pessoas, software e hardware para completar transações com um alto volume de demandas, com um conjunto típico de tarefas executadas concorrentes.
  • Teste de usabilidade que são executados por uma amostra dos executores representativos de processos de negócio com o intuito de identificar melhorias priorizadas para a versão atual ou uma próxima.
  • Teste de aceitação que avalia a operação de todos os componentes, manuais e automatizados, incluindo a participação de usuários chaves do processo de negócio.
Papéis da implementação

  • Instrutores de BPM para treinar e especializar o pessoal envolvido;
  • Consultores de desenvolvimento organizacional;
  • Especialistas em testes de processos de negócio;
  • Gerente de Repositório de Processos de Negócio para implementar modificações requeridas em processos de negócio e regras de negócio;

Sustentando o ciclo de vida BPM

  • A conclusão do PIR (avaliação pós implementação) não necessariamente indica o fiinal do ciclo de vida BPM.
  • O monitoramento continuo de processos de negócio novos e/ou revisados com o intuito de identificar:
    • possíveis problemas;
    • Oportunidades adicionais de melhoria dos processos a serem avaliadas.
  • Um dos papeis da equipe de suporte de BPM é ajudar a descobrir como também aprender com novas oportunidades  assim novos problemas relacionados a processos de negócio.

Atividades típicas de manutenção de processos

  • As melhorias do processo de negócio resultam em novas funcionalidades que tem em seu principal objetivo a geração de valor para os donos de processo de negócio assim como os clientes da organização.
  • Executores e donos dos processos atuais(as is) também podem sugerir modificações que deverão ser avaliadas e/ou consideradas.
  • O aprendizado e a experiência diária com a execução do processo de negócio pode levar a eficiência ou a oportunidades para redução do tempo de ciclo de processos assim como a diminuição dos custos operacionais podendo levar ao aumento da satisfação e lealdade dos clientes.
Finalizamos assim nossa abordagem sobre transformação de processos em nosso próximo post começaremos a abordagem sobre Organização de Gerenciamento de Processo.


Veja também:


COMPARTILHE

Marcelo Gaspar
Marcelo Gaspar3 Seguidores 58 Publicações
Seguir

Comentários